Visita de James Armstrong ao Município é marcada pela troca de experiências

Iwwa Agência
Publicado 19/08/2010 05:08:00

O segundo dia do workshop Música sem Fronteiras aconteceu no Teatro da Cidade do Saber, nesta quinta-feira (19/08), e foi marcado pela troca de experiências de diferentes culturas.

De um lado o professor, pesquisador e músico norte-americano, James Armstrong, do outro estudantes de música e profissionais da área.

Durante o encontro, que foi dividido em dois turnos, Armstrong demonstrou técnicas percussivas em ritmos cubanos e haitianos, com forte influência de Jazz e música Étnica, com a utilização de congas e outros instrumentos africanos como o agogô, clave, além de entoação de alguns cânticos.

De acordo com o músico e professor de percussão da Cidade do Saber, Eric Mazzone, “o momento é único e muito positivo, pois a música, assim como a arte em geral, precisa de renovação para se manter,” afirmou.

Para James Armstrog, que veio pela primeira vez ao Brasil, o encontro no Município tem promovido experiências novas e enriquecedoras.

“A Cidade do Saber é um espaço valioso e eu fiquei muito emocionado com o talento dos jovens de Camaçari”, revelou.

O professor aproveitou a estada no Município e visitou o Terreiro Lembá, localizado no loteamento Parque Real Serra Verde, onde foi possível conhecer os costumes, músicas, danças e da gastronomia afro-brasileira.

Para o secretário municipal da Cultura, Vital Vasconcelos, “a troca de conhecimentos será válida tanto para o pesquisador quanto para os camaçarienses, uma vez que o nome de Camaçari será projetado internacionalmente”.

Nesta sexta-feira (20/08), último dia das atividades, a partir das 18h, está prevista apresentação com todos os participantes, no palco do Teatro da Cidade do Saber. A demonstração será aberta ao público. 

O workshop Música sem Fronteiras aconteceu graças a uma parceria entre a Secretaria Municipal da Cultura (Secult), Escola de Música da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e a Organização Não Governamental, Companheiros das Américas, que tem como objetivo promover o intercâmbio cultural entre países.

O retorno do músico pode acontecer em breve, por meio de um projeto musical com duração de três anos.

Foto: Nelinho Oliveira

Workshop de James Armstrong encantou os estudantes -

Mais Notícias

Concessão da Rodoviária e estudo de zona azul são temas de reunião

Concessão da Rodoviária e estudo de zona azul são temas de reunião

Café Filosófico Oluwo virtual reuni profissionais de educação

Café Filosófico Oluwo virtual reuni profissionais de educação

Prefeitura decreta recesso para o funcionalismo público no fim do ano

Prefeitura decreta recesso para o funcionalismo público no fim do ano

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.