Terça-feira tem mutirão contra a dengue no Inocoop

Iwwa Agência
Publicado 27/04/2009 09:04:32

As ações contra os focos do Aedes Aegypti continuam em Camaçari. O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) realiza nesta terça-feira (28/04), no Inocoop, um mutirão de limpeza para retirada dos possíveis criadouros do mosquito transmissor da dengue.

O ponto de encontro será na escola Maria Quitéria, às 8h30. Desde o inicio do ano, os agentes distribuíram cerca de 10 mil capas para tonéis, 30 mil panfletos educativos e realizaram 100 palestras.

Mais de 150 pessoas entre agentes da Defesa Civil, da empresa de Limpeza Pública de Camaçari (Limpec), de controle de endemias e comunitários estarão envolvidas no mutirão de limpeza do Inocoop.

Também participam do mutirão, colaboradores da Secretaria de Educação (Seduc), da Camaçari Ambiental, soldados do Tiro de Guerra, e funcionários das empresas do Pólo Petroquímico de Camaçari.

Durante a atividade, serão distribuídos panfletos educativos e capas para tonéis, além da divulgação de mensagens educativas sobre a dengue, por meio de carro de som volante.

Outra importante ação, prevista para terça-feira (28/04), é a montagem de um stand sobre a dengue na praça do Ponto Certo. Na ocasião, alunos de escolas públicas e privadas aprenderão sobre os tipos de criadouros do Aedes Aegypti, o ciclo de vida do mosquito, e as formas de combate à dengue.

Ainda entre as atividades previstas para esta semana, está a realização de palestras educativa sobre aspectos gerais da Dengue para professores e alunos da Escola Construindo Saber, no bairro Nova Vitória. As palestras acontecem pela manhã, das 9h às 11h30, e a tarde, das 14h às 16h30.

Na quinta-feira (30/04), último dia de atividade da semana, acontece uma reunião de estruturação do mutirão de limpeza junto às lideranças os bairros Buri Satuba, Santa Maria e Gleba H. O encontro será realizado na Escola Alberto Ferreira Brandão, às 9h, no Buri Satuba.

PROJETO DE LEI
Nos próximos dias será sancionado pelo prefeito de Camaçari, Luiz Caetano, o projeto que prevê aplicação de multa e abertura de processo contra os proprietários de imóveis fechados, que dificultam o trabalho de agentes de saúde, na identificação de focos do mosquito Aedes Aegypt.

Segundo coordenador do CCZ, Marcos Nogueira, a lei aprovada pela Câmara de Vereadores de Camaçari será uma importante ferramenta de combate ao mosquito, e reduzirá consideravelmente o número de residências inacessíveis.

Foto: Marina Silva / Arquivo

Desde janeiro o CCZ distribuiu cerca de 10 mil capas -

Mais Notícias

Encerra dia 30/9 o prazo de renovação de alvará para mototaxistas

Encerra dia 30/9 o prazo de renovação de alvará para mototaxistas

Elinaldo participa de cerimônia de entrega de duas escolas estaduais em Camaçari

Elinaldo participa de cerimônia de entrega de duas escolas estaduai...

Arembepe recebe GTs para construção do Plano Municipal de Cultura

Arembepe recebe GTs para construção do Plano Municipal de Cultura

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.