Terça-feira tem mutirão contra a dengue no Inocoop

Iwwa Agência
Publicado 27/04/2009 09:04:32

As ações contra os focos do Aedes Aegypti continuam em Camaçari. O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) realiza nesta terça-feira (28/04), no Inocoop, um mutirão de limpeza para retirada dos possíveis criadouros do mosquito transmissor da dengue.

O ponto de encontro será na escola Maria Quitéria, às 8h30. Desde o inicio do ano, os agentes distribuíram cerca de 10 mil capas para tonéis, 30 mil panfletos educativos e realizaram 100 palestras.

Mais de 150 pessoas entre agentes da Defesa Civil, da empresa de Limpeza Pública de Camaçari (Limpec), de controle de endemias e comunitários estarão envolvidas no mutirão de limpeza do Inocoop.

Também participam do mutirão, colaboradores da Secretaria de Educação (Seduc), da Camaçari Ambiental, soldados do Tiro de Guerra, e funcionários das empresas do Pólo Petroquímico de Camaçari.

Durante a atividade, serão distribuídos panfletos educativos e capas para tonéis, além da divulgação de mensagens educativas sobre a dengue, por meio de carro de som volante.

Outra importante ação, prevista para terça-feira (28/04), é a montagem de um stand sobre a dengue na praça do Ponto Certo. Na ocasião, alunos de escolas públicas e privadas aprenderão sobre os tipos de criadouros do Aedes Aegypti, o ciclo de vida do mosquito, e as formas de combate à dengue.

Ainda entre as atividades previstas para esta semana, está a realização de palestras educativa sobre aspectos gerais da Dengue para professores e alunos da Escola Construindo Saber, no bairro Nova Vitória. As palestras acontecem pela manhã, das 9h às 11h30, e a tarde, das 14h às 16h30.

Na quinta-feira (30/04), último dia de atividade da semana, acontece uma reunião de estruturação do mutirão de limpeza junto às lideranças os bairros Buri Satuba, Santa Maria e Gleba H. O encontro será realizado na Escola Alberto Ferreira Brandão, às 9h, no Buri Satuba.

PROJETO DE LEI
Nos próximos dias será sancionado pelo prefeito de Camaçari, Luiz Caetano, o projeto que prevê aplicação de multa e abertura de processo contra os proprietários de imóveis fechados, que dificultam o trabalho de agentes de saúde, na identificação de focos do mosquito Aedes Aegypt.

Segundo coordenador do CCZ, Marcos Nogueira, a lei aprovada pela Câmara de Vereadores de Camaçari será uma importante ferramenta de combate ao mosquito, e reduzirá consideravelmente o número de residências inacessíveis.

Foto: Marina Silva / Arquivo

Desde janeiro o CCZ distribuiu cerca de 10 mil capas -

Mais Notícias

Governo se reúne com representantes de cooperativas de transporte público

Governo se reúne com representantes de cooperativas de transporte p...

Vacinação contra Covid-19 continua para adultos e adolescentes e avança para crianças de 9 anos acima

Vacinação contra Covid-19 continua para adultos e adolescentes e av...

Prazo de inscrições para a 2ª Conferência Municipal de Saúde Mental termina nesta quarta (19/1)

Prazo de inscrições para a 2ª Conferência Municipal de Saúde Mental...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.