Sessão especial homenageia Dia da África

Iwwa Agência
Publicado 01/06/2009 07:06:54

Os projetos de inclusão social e reforço da auto-estima do negro, desenvolvidos pela Prefeitura de Camaçari, foram debatidos sexta-feira (29/05), em sessão especial, em homenagem ao Dia da África, comemorado 25 de maio.

O controle da doença falciforme, com a inauguração do Centro de Unidade de Apoio e Referencia em Saúde (Cuidar), o apoio aos terreiros, os cursos de qualificação, a inclusão da história da África na grade escolar e a preocupação em ter uma cidade igual, inclusive com campanhas publicitárias com negros fazem parte da política da atual administração de combate as desigualdades raciais em Camaçari.

O Município, que abriga a comunidade quilombola de Cordoaria, ainda conta com a Secretaria da Promoção da Mulher e da Reparação e a coordenação de Promoção da Igualdade Racial (Coopir).

O prefeito Luiz Caetano chamou a atenção para as ações desenvolvidas na cidade. “Já sancionamos ainda a Lei de Combate à Intolerância Religiosa e o Estatuto Municipal da Igualdade Racial, que é um símbolo de luta no país”, informa.

A Prefeitura também está discutindo, junto com o Governo do Estado, a implantação do Comitê de Saúde da População Negra. A entidade é responsável pela construção de políticas sociais para a raça.

O vereador José Marcelino Filho, autor da proposta, destacou o Dia de África como momento de reconhecimento histórico para o negro. “A sessão tem um importante papel de convocar a população para conhecer a própria história e a política de inclusão social”, disse.

O representante cultural da embaixada de Angola no Brasil, Carlos Lamartine, citou a construção da Cidade do Saber como estrutura decisiva para inclusão social. “As ações desenvolvidas garantem maior integração entre as raças e oferece novas oportunidades de conhecimento”, avalia.

Para a presidente da Câmara de Vereadores, Luiza Maia, o debate é importante para fortalecer a comunidade negra. A sessão especial contou ainda com a palestra do doutor em sociologia pela Universidade de São Paulo, José Maria Nunes.

A programação prosseguiu no sábado (30/05), com uma mesa redonda, na sede do Legislativo. Participam a doutora em História, Mônica Lima, que discute sobre o tema Mulher, Poder e Movimentos Pan Africano na Diáspora e o professor José Maria, que fala sobre A África que existe em nós.

Foto: Agnaldo Silva

Sessão foi realizada no teatro da Cidade do Saber -

Mais Notícias

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Prefeitura investe em mais uma capacitação para os servidores

Prefeitura investe em mais uma capacitação para os servidores

Seduc recebeu Diego Copque no Café com Prosa nesta sexta (26/11)

Seduc recebeu Diego Copque no Café com Prosa nesta sexta (26/11)

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.