Sesp organiza Clamor pelo aniversário de 20 anos do Centro Comercial

Ascom
Publicado 25/09/2021 03:09:32

O sábado (25/9) no Centro Comercial de Camaçari começou em clima de celebração. O espaço reuniu o vice-prefeito José Tude, autoridades religiosas, permissionários e público visitante em oração pelos 20 anos de existência da feira, comemorado neste domingo (26/9). O Clamor foi conduzido por religiosos de igrejas protestante e católica.

O bispo Dom João Carlos Petrini compartilhou do momento e falou sobre a característica da cidade que é marcada pelo trabalho e o esforço do cidadão para garantir sua oportunidade. “Camaçari tem um povo batalhador, que enfrenta desafios um atrás do outro, com uma coragem e com uma fortaleza que é impressionante. Por isso, sempre acreditei que Camaçari tem um grande futuro”, disse Dom Petrini ao afirmar, com otimismo, que esses momentos difíceis vão passar.

Emmanoel Messias, representando a igreja Vale da Benção, deixou sua mensagem de fé e profetizou dias de paz e prosperidade para o Centro Comercial. “O amor de Deus está nesse lugar, a Paz de Deus está nesse lugar, a prosperidade de Deus está nesse lugar!”, disse durante sua pregação, que buscou motivar os presentes.

Edson dos Santos (Dinho da Feira), administrador do centro comercial, chegou à feira ainda em 1999, quando ainda não contava com a estrutura que tem atualmente. Segundo o gestor, os feirantes que mercavam no lugar foram direcionados à área onde hoje funciona a Cidade do Saber até que o equipamento fosse inaugurado, o que aconteceu no dia 26 de setembro de 2001. “Hoje, nesse ato, celebramos essas conquistas, esses avanços. Foi um momento bonito e emocionante, um sucesso”, pontuou ao citar que o ato contou com representantes de seis denominações religiosas.

Ainda de acordo com o profissional, onde hoje é o Centro de Integração e Apoio ao Trabalhador (Ciat) fazia parte da feira, espaço no qual eram ofertados serviços de barbearia. “Nessa época os comerciantes atuavam em barracas, dispostas em setores e em formato de gaiolas, como ainda é na parte do camelódromo. Hoje os boxes já estão construídos, contando, inclusive, com a estrutura de portas”, informou Edson, ao referir-se à estrutura na qual os permissionários de então trabalhavam.

“Me sinto orgulhoso, emocionado e satisfeito em fazer parte da história do Centro Comercial. Sinto com a sensação de dever cumprido com a população de Camaçari. É maravilhoso saber que a história da feira se mistura com a de cada feirante que dá vida a ela. Tive a oportunidade de ver as famílias se formando, crescendo. De ver os filhos sucedendo seus pais nos seus negócios. Como não ficar alegre com tantas coisas boas que aconteceram aqui?”, disse o vice-prefeito José Tude, emocionado, ao lembrar do processo de construção da Nova Feira, feita durante o mandato dele, prefeito à época.

Atualmente, a administração organiza o fluxo com cerca de 1.180 permissionários, que atuam com a colaboração média de dois funcionários por box, embora haja aqueles que trabalhem com quatro ou até cinco colaboradores. A estimativa é de que circulem diariamente pelo espaço por volta de 10 mil pessoas, entre os trabalhadores, proprietários dos estabelecimentos, clientes e passantes. A feira possui uma área de 25 mil metros quadrados, sendo 22 mil metros quadrados de área construída. O espaço é composto por boxes, banheiros e área para estacionamento.

O mix de produtos e serviços do Centro Comercial distribui-se em duas alas: inferior e superior. Na ala inferior, encontram-se bares e restaurantes, depósitos de bebidas, lanchonetes, peixarias, açougues, abatedouros, hortifruti, cereais, artigos religiosos, produtos típicos da culinária baiana, lan houses e tabacarias.

Na superior, há a oferta de artesanatos, o camelódromo que comporta a venda de aparelhos celulares e acessórios, confecções, miudezas e armarinhos, lojas de joias, lan houses, lanchonete, restaurante, salão de beleza, estúdio de estética, produtos religiosos, conserto de máquinas de costura, conserto e venda de panela de pressão e de outros utensílios domésticos, bomboniere, mercados, lojas de calçados, perfumaria, ferramentas e importados.

Embora cheio de motivos para uma celebração, a programação de aniversário aconteceu apenas em torno do Clamor, dada a necessidade de reestruturação do evento em função do falecimento do feirante Val Varejo, na última quinta-feira (23/9). O ato foi acompanhado também pelo Diretor de Ordem Pública da Secretaria dos Serviços Públicos, Namucies Souza, órgão ao qual o Centro Comercial de Comercial está vinculado.

Um pouco da história

O Centro Comercial de Camaçari foi construído durante o mandato de prefeito do atual vice-prefeito, José Tude, que relembra um pouco do processo. “Motivado a fazer a diferença na vida da população de Camaçari, em especial, dos feirantes, busquei um amigo arquiteto em 1996 para fazer um projeto para o local. Por coincidência um grupo de feirantes me procurou, me pedindo que fizesse uns galpões para que cobrisse as barracas da feira, pois na época eram cobertas por lonas plásticas e algumas estruturas improvisadas de madeira, e junto com a população também conviviam com o mau cheiro”, contou.

O gestor lembra que a partir da conversa com o amigo arquiteto surgiu o esboço de uma estrutura de dois pavimentos que fez questão de mostrar aos feirantes. “Assumi em 1º de janeiro de 1997 e logo, logo comecei a desenvolver o projeto da Nova Feira, fizemos a licitação e partimos para a construção, sendo inaugurada em 26 de setembro de 2001”, contou satisfeito ao acrescentar, “Após a entrega do equipamento, era comum o alto fluxo de visitantes, inclusive de outras cidades, para ver de perto o novo espaço, que deixou de ser tão somente a feira para se tornar o Centro Comercial de Camaçari”, disse orgulhoso.

Mais Notícias

Vacinação contra Covid segue nesta quinta (28) com antecipação de doses

Vacinação contra Covid segue nesta quinta (28) com antecipação de d...

Curso prepara ambulantes e baianas de acarajé para o verão

Curso prepara ambulantes e baianas de acarajé para o verão

Membros do Conselho Gestor do Fundo de Habitação de Interesse Social tomam posse

Membros do Conselho Gestor do Fundo de Habitação de Interesse Socia...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.