Sesau realiza mais de 200 atendimentos

Iwwa Agência
Publicado 29/10/2012 06:10:57

O Centro Comercial de Camaçari serviu de palco nesta segunda-feira (29/10) para as ações de combate à sífilis no Município. Realizado em três salas, o trabalho de educação e prevenção atendeu cerca de 200 pessoas das 8h às 17h.

Com o tema Homem: faça o exame da sífilis, a mobilização consistiu na oferta de orientações e distribuição de material educativo e na realização de testes rápidos para detecção da sífilis, através do exame VDRL.

Apesar de a mobilização focar na classe masculina, as ações atenderam a todos os moradores que buscaram o serviço, especialmente as mulheres em idade fértil e/ou gestante, no intuito de prevenir a sífilis congênita, passada de mãe para o filho, tida como uma das formas mais graves da doença.

O secretário da Saúde, Vital Sampaio, esteve no local e ressaltou que a mobilização tem um caráter educativo, no intuito de chamar a atenção da população para a gravidade da doença e a importância da prevenção. Ainda de acordo com o secretário, independente da ação de hoje, a rede de saúde do Município dispõe de uma equipe preparada para atender aos portadores da doença e oferta o exame VDRL regularmente.

O aposentado João Ubaldo Soares, 60 anos, morador do bairro Gleba B, fez questão de participar da mobilização e fazer o exame. “Uma iniciativa como esta tem que ter a adesão da população, pois mostra o empenho da administração municipal em manter a população saudável”, salientou.

Este é o terceiro ano consecutivo que a Sesau (Secretaria Municipal da Saúde) adere a ação alusiva ao Dia Nacional de Combate à Sífilis, celebrado no último sábado (20/10). Para a atividade desta segunda-feira, realizada através da parceria dos departamentos de Média e Alta Complexidade e de Atenção Básica do Município, foram destacados 30 profissionais, entre agentes comunitários, enfermeiros e pessoal da área técnica.

Atendimento de rotina

Em Camaçari, as pessoas infectadas pela sífilis são atendidas no CRES (Centro de Referência e Especialidade em Saúde), onde recebem o acompanhamento médico especializado e a medicação necessária para o tratamento.

Antes de receber o atendimento no CRES, a pessoa deve realizar o exame VDRL, que detecta a doença e pode ser solicitado pelo médico clínico das UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e USFs (Unidades de Saúde da Família). Se o resultado for positivo, o paciente é encaminhado para tratamento no Centro de Referência.

 

Slideshow | 2 fotos

Sesau realiza mais de 200 atendimentos

Mais Notícias

Vacinação contra Covid segue nesta quinta (28) com antecipação de doses

Vacinação contra Covid segue nesta quinta (28) com antecipação de d...

Curso prepara ambulantes e baianas de acarajé para o verão

Curso prepara ambulantes e baianas de acarajé para o verão

Membros do Conselho Gestor do Fundo de Habitação de Interesse Social tomam posse

Membros do Conselho Gestor do Fundo de Habitação de Interesse Socia...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.