Serviço de mototáxi será fiscalizado

Iwwa Agência
Publicado 26/08/2011 04:08:28

Representantes da administração Municipal e da Polícia Militar se reuniram sexta-feira (26/08), na sala de reuniões da Segov (Secretaria do Governo), para discutir a fiscalização dos mototaxistas. As ações começaram com as blitze educativas e, na última sexta-feira (19/08), foi dado início às ações ostensivas.

Realizadas através da operação conjunta entre a STT (Superintendência do Trânsito e Transporte), a Coordenação da Fiscalização Integrada e o 12º Batalhão da Polícia Militar, as ações visam garantir a segurança da população, uma vez que há um número crescente de motos clonadas no Município, inclusive com condutores sem habilitação.

O superintendente do Trânsito e Transporte do Município, Anderson Santos, informou que a partir de segunda-feira (29/08), a STT vai iniciar o processo de confecção de crachá de identificação para os 362 mototaxistas cadastrados pela Prefeitura. A finalidade é aumentar ainda mais a segurança para os prestadores do serviço e para os usuários. Ele ainda observou que, por se tratar de uma ação conjunta, “a operação de combate ao serviço clandestino de mototaxis vai dar certo”.

Parceiro da iniciativa, o comandante do 12º Batalhão, tenente-coronel Demósthenes Luiz de Souza Pereira, informou que há infratores entre os condutores das motos clandestinas. Já o secretário do Governo, Francisco Franco, fez questão de deixar claro que a intensificação das blitze “pretende garantir a segurança de toda a população, especialmente a que utiliza o serviço”.

Na avaliação da secretária do Desenvolvimento Social, Jailce Andrade, a ação conjunta vai contribuir para aumentar a sensação de segurança na população, que vai perceber que a administração municipal e a polícia estão agindo. No entanto, ela salientou que a participação da população é essencial. “As pessoas também podem colaborar utilizando o serviço de mototaxi com pessoas credenciadas”, frisou.

Para verificar se a mototaxi é credenciada, o passageiro deve observar a existência do selo de vistoria da STT no tanque da motocicleta e verificar se o condutor possui dois capacetes verdes com a mesma numeração plotada no equipamento, além do colete verde. A partir de outubro, o passageiro vai contar ainda com o suporte do crachá de identificação do mototaxista legalizado.

Para fazer o crachá, o mototaxista deve comparecer à STT, a partir de segunda-feira (29/08), munido da carteira de identidade. O crachá será entregue no prazo de 72 horas após a solicitação e não terá custo algum para o mototaxista. 

Também participaram da reunião o coordenador da Fiscalização Integrada, José Carlos Souza, e o diretor de Transportes da STT, Antônio Jambeiro.

Foto: Wendell Wagner

Governo e PM definem a fiscalização aos mototaxistas -

Mais Notícias

Camaçari foi finalista nacional na categoria Sala do Empreendedor pelo Sebrae

Camaçari foi finalista nacional na categoria Sala do Empreendedor p...

SOMA promove palestra sobre diversidade na Ambev

SOMA promove palestra sobre diversidade na Ambev

Vacinação contra Covid continua nesta quarta (29) para todas as doses e públicos

Vacinação contra Covid continua nesta quarta (29) para todas as dos...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us