Seminário discute questões sociais

Iwwa Agência
Publicado 16/04/2015 01:04:45

A violência só pode ser equacionada através da corresponsabilização social dos indivíduos. A afirmação foi feita pelo sociólogo e doutor em ciências sociais, Antonio Mateus, durante palestra no seminário Violência no Brasil Contemporâneo, que acontece no Teatro Alberto Martins até sexta-feira (17/04).

Prestigiada pelo prefeito Ademar Delgado, a palestra abordou o tema Violência, Estrutura de Classes e Exclusão Social e tratou a questão da violência como epicentro da formação da sociedade brasileira, sob os diversos aspectos, e que surge nas relações sociais.

A discussão do tema foi uma orientação do prefeito, que acredita, conforme evidenciado na palestra, que apesar de não ser responsabilidade Municipal a segurança pública deve ser participada por todos.

A assistente social, Sarah Franciane da Silva Ferreira dos Santos, de 30 anos, participa do seminário para estar mais envolvida nos temas críticos do Município e do país. “Acredito que esta é uma forma de ter mais orientação, já que sou envolvida na área social, e de aprender a lidar melhor com essas questões no dia a dia”, disse a participante, ao lembrar que a discussão acontece em um momento propício.

O microempreendedor individual, Gilvá Coutinho Venâncio, de 38 anos, participou do evento e levou o filho, Salomão França Barros Venâncio, de 11 anos, porque acredita ser um tema viável, de importância popular e que precisa encontrar algumas soluções.

A programação do seminário contou ainda com uma mesa-redonda com o tema “Religiosidade e Violência” e debatedores da Igreja Católica, Padre Valmir Miranda, da Assembleia de Deus, Pastor Valdomiro, e do representante de religiões afro-brasileiras, Júlio Braga. O debate, que teve o coordenador municipal de Promoção da Igualdade Racial, João Borges, como moderador, contou ainda com a apresentação de um vídeo gravado por Dom João Carlos Petrini, bispo de Camaçari.

O seminário é realizado pela Coordenação de Planejamento Governamental da Segov (Secretaria de Governo) e pela Fundação Escola de Administração. O evento conta com poio da Secult (Secretaria da Cultura). A programação sofreu pequenas alterações e prossegue na sexta-feira (17/04), no mesmo local.

Prestigiaram o evento os secretários da Cultura, Vital Vasconcelos, da Educação, Márcio Neves, da Ordem Pública e Sustentabilidade, Francisco Franco, da Mulher, Míriam Bitencourt, da Cidadania e Inclusão, Fabio Pereira, do Esporte, Anderson Santos, além do superintendente do Trânsito e Transporte, Claudécio Taroba.

Estiveram presentes também o deputado estadual Bira Corôa (PT), representantes da Polícia Militar, Coronel Henrique Melo, do Corpo de Bombeiros, Capitão Andrade Júnior, e a sociedade civil.

PROGRAMAÇÃO

Dia: 17/04 (sexta-feira)

Local: Teatro Alberto Martins

8h – Palestra

Tema: “A cidade como lócus da violência na sociedade contemporânea”

Palestrante: Professora Ângela Gordilho – UFBA

9h – Palestra

Tema: “Violência e Juventude”

Palestrante: Tiago Azeviche – Conselheiro Estadual da Juventude

10h – Mesa Redonda

Tema: “A problemática da Violência em Camaçari”

Debatedores: Sara Andrade – Sedes – PMC/ Delegada Thais Siqueira / Coronel Henrique Melo – 12º BMP de Camaçari

Moderador: Vereador Marcelino

12h – Encerramento

Slideshow | 5 fotos

Seminário discute questões sociais

Mais Notícias

Tiro de Guerra de Camaçari forma 37 atiradores

Tiro de Guerra de Camaçari forma 37 atiradores

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 1º de dezembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 1º de dezembro de 2021

Programação diversificada anima Agenda Cultural

Programação diversificada anima Agenda Cultural

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.