Segunda etapa do Mulher Cidadã começa dia 25

Iwwa Agência
Publicado 13/08/2009 06:08:43

Mais 300 mulheres capacitadas. Essa é a meta da segunda etapa do Mulher Cidadã, projeto da administração municipal, que teve aula inaugural na manhã desta quinta-feira (13/08), no ProfessorTeatro da Cidade do Saber (TCS) do complexo professor Raymundo Pinheiro. As atividades do projeto começam no próximo dia 25, na Secretaria da Promoção da Mulher e da Reparação (Seprom).

Na ocasião, a ex-aluna do projeto, Valdice Nunes, falou da importância do Mulher Cidadã na vida das moradoras de Camaçari. Ela disse que graças ao curso de bijuteria se tornou empreendedora independente e hoje consegue se sustentar.

A secretária Aurenita Castillo, falou do trabalho de valorização da mulher que é feito através do projeto, com a elevação da auto-estima das mesmas. Ela agradeceu o empenho dos colaboradores do Mulher Cidadã.

Criado pela Lei Municipal número 806/2007, o projeto já capacitou mais de 800 mulheres beneficiadas pelo Bolsa Família. A prefeita em exercício, Tereza Giffoni, pediu às mulheres do Município que participem mais ativamente das decisões do governo, salientando a importância da opinião da comunidade.

A presidente da Câmara de Vereadores, Luiza Maia, lembrou que foi na gestão passada do prefeito Luiz Caetano que as políticas públicas para as mulheres foram implantadas na cidade, a exemplo da Secretaria da Mulher, uma conquista de grande importância.

Durante a aula inaugural, a delegada da Mulher em Camaçari, Taís do Rosário, ministrou palestra sobre a Lei Maria da Penha, sancionada em agosto de 2006, que coíbe qualquer tipo de violência contra a mulher. Ela pediu a colaboração de todas na luta contra a violência e disse que o melhor caminho é a denúncia, já que a maioria dos homens punidos não volta a agredir as parceiras.

PROJETO
Nesta segunda etapa do Mulher Cidadã foram investidos R$ 500 mil. O curso tem duração de quatro meses e oferece capacitação em culinária, panificação, buffet, cabeleireiro, corte e costura, customização e moda íntima, bijuterias e massagem.

As aulas acontecem as terças, quartas e quintas-feiras, das 8h às 12h e das 13h às 17h, na Seprom. Cada turma tem capacidade para 26 pessoas e ao término as beneficiadas recebem certificado de conclusão. As aulas são ministradas por técnicos especializados.

As mulheres recebem uma bolsa auxilio no valor máximo de R$ 172,00 para as que estão cadastradas na Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes) e ainda não recebem o benefício do Bolsa Família e um complemento até este valor para quem já é contemplado pelo governo federal.

Foto: Carol Garcia

A secretária Aurenita Castillo abriu o encontro no TCS -

Mais Notícias

Centro Cultural Barra do Pojuca oferta oficinas de verão

Centro Cultural Barra do Pojuca oferta oficinas de verão

Secult realiza orientação cultural sobre o edital Oficineiros

Secult realiza orientação cultural sobre o edital Oficineiros

Sefaz publica calendário fiscal para 2023 com novidade para desconto no IPTU

Sefaz publica calendário fiscal para 2023 com novidade para descont...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us