Segunda etapa do Mulher Cidadã começa dia 25

Iwwa Agência
Publicado 13/08/2009 06:08:43

Mais 300 mulheres capacitadas. Essa é a meta da segunda etapa do Mulher Cidadã, projeto da administração municipal, que teve aula inaugural na manhã desta quinta-feira (13/08), no ProfessorTeatro da Cidade do Saber (TCS) do complexo professor Raymundo Pinheiro. As atividades do projeto começam no próximo dia 25, na Secretaria da Promoção da Mulher e da Reparação (Seprom).

Na ocasião, a ex-aluna do projeto, Valdice Nunes, falou da importância do Mulher Cidadã na vida das moradoras de Camaçari. Ela disse que graças ao curso de bijuteria se tornou empreendedora independente e hoje consegue se sustentar.

A secretária Aurenita Castillo, falou do trabalho de valorização da mulher que é feito através do projeto, com a elevação da auto-estima das mesmas. Ela agradeceu o empenho dos colaboradores do Mulher Cidadã.

Criado pela Lei Municipal número 806/2007, o projeto já capacitou mais de 800 mulheres beneficiadas pelo Bolsa Família. A prefeita em exercício, Tereza Giffoni, pediu às mulheres do Município que participem mais ativamente das decisões do governo, salientando a importância da opinião da comunidade.

A presidente da Câmara de Vereadores, Luiza Maia, lembrou que foi na gestão passada do prefeito Luiz Caetano que as políticas públicas para as mulheres foram implantadas na cidade, a exemplo da Secretaria da Mulher, uma conquista de grande importância.

Durante a aula inaugural, a delegada da Mulher em Camaçari, Taís do Rosário, ministrou palestra sobre a Lei Maria da Penha, sancionada em agosto de 2006, que coíbe qualquer tipo de violência contra a mulher. Ela pediu a colaboração de todas na luta contra a violência e disse que o melhor caminho é a denúncia, já que a maioria dos homens punidos não volta a agredir as parceiras.

PROJETO
Nesta segunda etapa do Mulher Cidadã foram investidos R$ 500 mil. O curso tem duração de quatro meses e oferece capacitação em culinária, panificação, buffet, cabeleireiro, corte e costura, customização e moda íntima, bijuterias e massagem.

As aulas acontecem as terças, quartas e quintas-feiras, das 8h às 12h e das 13h às 17h, na Seprom. Cada turma tem capacidade para 26 pessoas e ao término as beneficiadas recebem certificado de conclusão. As aulas são ministradas por técnicos especializados.

As mulheres recebem uma bolsa auxilio no valor máximo de R$ 172,00 para as que estão cadastradas na Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes) e ainda não recebem o benefício do Bolsa Família e um complemento até este valor para quem já é contemplado pelo governo federal.

Foto: Carol Garcia

A secretária Aurenita Castillo abriu o encontro no TCS -

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 19 de setembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 19 de setembro de 2021

Vacinação contra Covid segue nesta segunda (20) em Camaçari

Vacinação contra Covid segue nesta segunda (20) em Camaçari

Prefeitura não decretará ponto facultativo no dia 27 de setembro

Prefeitura não decretará ponto facultativo no dia 27 de setembro

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.