Seduc amplia oferta de vagas nas escolas através do reordenamento da rede

ASCOM
Publicado 25/11/2022 04:11:11

A Secretaria da Educação (Seduc), na perspectiva de promover a ampliação da oferta de vagas nas unidades públicas municipais de ensino no ano de 2023, assegurando o acesso das crianças e adolescentes à escola, promove o reordenamento da rede, planejamento que consiste em estudos de demanda e de remanejamentos estratégicos que otimizem a utilização dos espaços escolares e agreguem segurança e praticidade à rotina dos estudantes e suas famílias, com atenção especial aos alunos menores.

Entre os principais benefícios da ação, está a ampliação, em cerca de 400 vagas, para a Educação Infantil. Soma-se a isso, o fato de que, com os ajustes planejados, vários alunos de Educação Infantil e dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental que estudam em unidades de ensino distantes de onde residem, passarão a frequentar a escola do próprio bairro.

Uma das estruturas de integra a dinâmica do reordenamento é o Centro Educacional Yolanda Pires, localizado no Jardim Limoeiro, que em 2022 atendeu um pouco de cada segmento da educação (Infantil, Anos Iniciais e Anos Finais), sendo que as salas de aula destinadas à Educação Infantil e aos Anos Iniciais do Ensino Fundamental não comportaram a demanda do bairro, sendo necessário que estudantes com este perfil, que moram na região, frequentassem escolas localizadas no centro da cidade. Em 2023, a escola atenderá exclusivamente a Educação Infantil e os Anos Iniciais do Ensino Fundamental, permitindo que os alunos menores, que estudam distante do bairro, possam ser acolhidos nessa unidade de ensino.

Vale salientar, que a política de reordenamento conta com a participação, orientação e apoio dos órgãos que compõem a rede de proteção da criança e do adolescente – a exemplo dos conselhos municipais de Educação (CME), dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e da Comissão de Educação da Câmara Municipal de Camaçari – bem como é coerente com as metas estabelecidas no Plano Municipal de Educação, que prevê a universalização de vagas para Educação Infantil em Camaçari.

Escola Normal de Camaçari – Tal remanejamento impacta outras escolas, como é o caso da unidade, onde cerca de 90% dos estudantes dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental são residentes do bairro Jardim Limoeiro, e cujo reordenamento projeta o remanejamento destes para o Centro Educacional Yolanda Pires.

Os demais seriam direcionados para a Escola do Natal, deixando a Escola Normal para atendimento dos estudantes dos Anos Finais da Escola Municipal Edivaldo Machado Boaventura, que passará a funcionar como unidade exclusiva da Escola Pestalozzi. Esta, por sua vez, vinha ocupando salas da Escola Normal, área que começará a funcionar como Centro Normal de Formação Continuada de Educadores.

Isso desmistifica, inclusive, informações inverídicas sobre o possível fechamento da Escola Normal de Camaçari. Não haverá fechamento desta ou de nenhuma outra unidade pública municipal de ensino. Em síntese, o que ocorre é uma reorganização da rede, para melhor aproveitamento dos espaços escolares e aperfeiçoamento das políticas pedagógicas para as diferentes etapas do ensino formal.

Mais Notícias

Programa similar ao Sesau Fila Zero será lançado pelo MS e deve beneficiar ainda mais a população de Camaçari

Programa similar ao Sesau Fila Zero será lançado pelo MS e deve ben...

GTC inicia trabalhos de 2023 apresentando resultados e alinhando próximas ações

GTC inicia trabalhos de 2023 apresentando resultados e alinhando pr...

Ano Letivo 2023 é iniciado na Rede Pública Municipal de Ensino de Camaçari

Ano Letivo 2023 é iniciado na Rede Pública Municipal de Ensino de C...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us