Salvamar alerta sobre cuidados nas praias

Iwwa Agência
Publicado 21/11/2016 11:11:13

Com a aproximação do verão, estação mais quente do ano, aumenta o número de banhistas nas praias. Privilegiada com 42 quilômetros de orla marítima, Camaçari recebe muitos turistas nessa época. Com isso, alguns cuidados com a segurança e saúde são imprescindíveis para que o passeio não vire uma dor de cabeça.

Para que a diversão ocorra de forma segura e agradável, o Salvamar (Salvamento Marítimo de Camaçari), coordenado pela Defesa Civil de Camaçari, alerta os banhistas para evitarem surpresas.

De acordo com o Salvamar, no período do verão o excesso de consumo de álcool é uma das causas mais comuns de afogamento e colabora para os casos de crianças perdidas, cuja frequência tem crescido nas praias. O órgão alerta para que os pais redobrem a atenção e, de preferência, coloquem a identificação nas crianças. Ainda de acordo com o órgão, os casos de afogamento são mais comuns no período de agosto a novembro, quando a maré fica mais agitada e com ondas altas.

O Salvamar orienta que ao chegar à praia, os banhistas localizem o posto salva-vidas mais próximo e observem a sinalização das áreas mais seguras para o banho.

Atualmente o Salvamar conta com 38 salva-vidas que atuam em 15 postos fixos distribuídos nas praias de Camaçari, no trecho entre Jauá e Itacimirim. Além dos postos fixos, o serviço conta ainda com o auxílio de um posto móvel, que garante o suporte às equipes nas praias. Os profissionais trabalham nos sábados, domingos e feriados, das 8h às 17h, em regime de escala.         

DICAS

Sinalização

A principal orientação ao chegar à praia é verificar a sinalização do Salvamar e só entrar no mar nos locais onde tenha a presença de agentes salva-vidas, principalmente nas praias consideradas perigosas para o banho. Nos pontos em que a sinalização é feita apenas por uma bandeira vermelha, não é indicado que entrem na água, pois, indica a existência de trechos mais perigosos e ausência de salva-vidas no local no momento. A sinalização feita por uma bandeira amarela e uma vermelha indica que o trecho é perigoso, mas há um posto do Salvamar.

 

Identificação   

Os banhistas que levam as crianças para a praia devem ter cuidado redobrado com os pequenos. É importante colocar uma fita de identificação com o nome da criança, nome do responsável e telefone de contato. O consumo de bebidas alcoólicas é outra preocupação dos salva-vidas. O excesso de álcool é uma das causas mais comuns de afogamento e colabora para os casos de crianças perdidas, cuja frequência tem crescido nas praias, de acordo com o serviço do Salvamar.

 

Exposição ao Sol

Evite os horários de pico, das 10h às 16h ou das 11h às 17h no horário de verão. Use sempre protetor solar e reaplique a cada duas horas ou após o banho. Prefira locais arejados e ventilados. Abrigue-se embaixo de guarda-sol e use boné ou chapéu. Lembre-se: a exposição exagerada aos raios solares pode provocar queimaduras de pele e insolação, cujos sintomas mais comuns são mal-estar, vômitos e desmaios.

 

Hidratação

Beba muito líquido, como água, suco de frutas e isotônico. Evite bebidas alcoólicas, que têm efeito diurético maior e levam à desidratação com mais facilidade. Atenção especial com as crianças: quanto menor o peso, maior a fragilidade da pessoa em relação à perda de líquidos. Ofereça água e suco em abundância, mas aos poucos, de maneira fracionada.

 

Alimentação      

Prefira frutas frescas, conservadas em embalagens térmicas. Não esqueça: alguns alimentos se deterioram com mais facilidade em altas temperaturas, o que pode facilitar a proliferação de bactérias causadoras de gastroenterites infecciosas, cujos principais sintomas são diarreia, vômito, febre e desânimo.

Foto: Arquivo

Prais de Camaçari contam com 38 salva-vidas -

Mais Notícias

Sesau abre consulta pública para revisão da Relação Municipal de Medicamentos

Sesau abre consulta pública para revisão da Relação Municipal de Me...

Inema promove curso de meliponicultura no Horto Florestal

Inema promove curso de meliponicultura no Horto Florestal

Agenda Cultural integra artes visuais, oficinas, dança, música e culinária

Agenda Cultural integra artes visuais, oficinas, dança, música e cu...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.