Reunião discute construção de passarela

Iwwa Agência
Publicado 29/01/2014 11:01:31

Os moradores das localidades de Catu de Abrantes e Sucupió, ambas na orla de Camaçari, serão beneficiados com uma passarela no quilômetro 9 da Estrada do Coco.

A instalação do novo equipamento foi tema de reunião, realizada nesta quarta-feira (29/01), entre o prefeito Ademar Delgado, representantes da Associação de Moradores de Sucupió e o diretor-presidente da CM Venturoli, Paulo Venturoli. Este último, responsável pelo projeto e financiamento da passarela.

A passarela será construída a partir de uma contrapartida social da empresa CM Venturoli, cuja sede está localizada na localidade de Jauá. O novo equipamento será construído ao lado do ponto de ônibus, entre a Feirinha de Artesanato e a APCEF (Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal).

O diretor-presidente da CM Venturoli contou o porquê da iniciativa de construir o equipamento. “Ano passado, a empresa completou 25 anos de fundação e queríamos presentear o Município. Atendendo a um pedido do prefeito Ademar Delgado, vamos construir a passarela com o apoio de outra empresa, ainda em fase de negociação”, afirmou.

Bastante satisfeito com a iniciativa do empresário, o prefeito Ademar Delgado ressaltou a importância de buscar parcerias para criar novos equipamentos e projetos para cidade. O vice-presidente da Associação de Moradores de Sucupió, Valdemar Santana, também comemorou a iniciativa. “O encontro foi bastante proveitoso. Agradecemos ao prefeito Ademar pelo apoio e, principalmente, por ter indicado a nossa solicitação para o empresário”.

Além de outros representantes da Associação de Moradores do Sucupió, também participaram do encontro os secretários do Desenvolvimento Econômico e da Infraestrutura, Djalma Machado e Everaldo Siqueira, respectivamente, além do assessor do Executivo, Carlos Silveira.

 PASSARELA

A passarela será a primeira no Brasil toda construída em madeira de treliça, ou seja, com um material que garante resistência e durabilidade. O projeto de criação e instalação do equipamento é um estudo desenvolvido por doutorandos da UNESP (Universidade Estadual Paulista)/USP (Universidade de São Paulo).

As madeiras utilizadas contarão com uma nova tecnologia de conservação, pioneira no Brasil e exclusivamente desenvolvida pela CM Venturoli, a qual foi criada a partir da aplicação de um novo componente químico, o cobre azoli.

O novo equipamento, além das tradicionais rampas, contará também com escadas, o que vai encurtar o percurso para atravessar a via. A previsão é de que a passarela seja entregue num prazo de quatro meses, após finalização dos tramites com documentos e recurso. 

Slideshow | 2 fotos

Reunião discute construção de passarela

Mais Notícias

Bolsa Família Itinerante chega ao bairro Gravatá

Bolsa Família Itinerante chega ao bairro Gravatá

Mais de 45 escolas receberam melhorias nos últimos três meses

Mais de 45 escolas receberam melhorias nos últimos três meses

Readaptação e entusiasmo marcam volta às aulas da Pracinhas da Cultura

Readaptação e entusiasmo marcam volta às aulas da Pracinhas da Cultura

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.