Residências da sede e orla terão medidor até 2012

Iwwa Agência
Publicado 19/05/2009 01:05:56

A parceria entre a Prefeitura de Camaçari e a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) está dando bons resultados. Um programa de instalação de hidrômetros em todas as residências está em andamento e deve ser concluído até 2012.

A meta é instalar medidores em todas as 34 mil residências da sede. Atualmente, o serviço de controle já funciona em 72% dos pontos. Na orla, das 32 mil ligações, apenas 12% não possuem medidor de consumo.

Segundo estudos da Embasa, o programa reduz de forma significativa o desperdício e garante uma oferta maior de água para mais famílias.

Com a instalação dos hidrômetros, o consumo cai em até 50%, em residências que hoje não possuem o medidor.

Numa residência sem o sistema de controle, a média é de 40 metros cúbicos por mês. Essa mesma família, explica o gerente das unidades da Embasa em Camaçari, Luciano Ribeiro, passa a consumir uma média de 20 metros cúbicos, com a instalação do hidrômetro.

A ação foi iniciada nos bairros Verdes Horizontes, Novo Horizonte, Alto do Triângulo, Parque Satélite, Avenidas Sul, Moreira César e Gravatá. Entre fevereiro e abril foram colocados 1.402 hidrômetros e substituídos 1.887. Cerca de 5.600 pessoas são beneficiadas.

Os moradores do bairro Santa Maria serão os próximos contemplados. A previsão é de que até o final do ano, sejam instalados 8 mil hidrômetros na sede e orla do Município.

LIGAÇÕES IRREGULARES
Outro programa da Embasa, em parceria com a Prefeitura, é o de combate às fraudes. No bairro Novo Horizonte, onde a operação teve início, foram encontradas 80 ligações de água irregulares. Além disso, está sendo feita uma revisão no benefício da tarifa social.

O programa, destinado aos beneficiários do Bolsa Família, disponibiliza uma taxa de água mais barata. Luciano Ribeiro explica que casas de alto padrão estavam utilizando a tarifa, “Por isso agora só liberamos o beneficio após inspeção no imóvel”, finaliza.

ABASTECIMENTO DE ÁGUA
Desde março, Camaçari tem sofrido intervenções na rede de distribuição. Na sede, foram instaladas cinco quilômetros de rede e feitas 333 ligações, enquanto na orla foram nove quilômetros e 1.060 ligações, beneficiando mais de 4.500 pessoas.

Segundo a gerente local do escritório da Embasa, Thais Vieira, ainda este ano, será implantado um Booster – equipamento utilizado para bombear a água da parte inferior da rede para a superior – para normalizar o abastecimento dos bairros Phoc 1 e Fazendinha.

Na sede, também foram feitas diversas melhorias na rede de abastecimento, com a implantação de 940 metros de rede, de 250 milímetros de diâmetros, que permitiram normalizar o abastecimento dos bairros Lama Preta, Gleba H, Santa Maria e Buri Satuba.

Também foram instalados mais 700 metros de rede, de 150 milímetros, na Avenida do Canal, o que permitiu regularizar o abastecimento no Gravatá.

Na localidade de Parafuso estão sendo construídos quatro quilômetros de rede de água e 400 novas ligações. De acordo com Luciano Ribeiro, existem áreas de proteção ambiental que o Ministério Público proíbe a instalação de rede de água. “São os casos do Parque Satélite, Jaraguá, Jardim Limoeiro e Parque Verde”, explica.

Mais Notícias

Concessão da Rodoviária e estudo de zona azul são temas de reunião

Concessão da Rodoviária e estudo de zona azul são temas de reunião

Café Filosófico Oluwo virtual reuni profissionais de educação

Café Filosófico Oluwo virtual reuni profissionais de educação

Prefeitura decreta recesso para o funcionalismo público no fim do ano

Prefeitura decreta recesso para o funcionalismo público no fim do ano

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.