Refeição beneficia mais de 48 mil estudantes

Iwwa Agência
Publicado 30/04/2008 03:04:50

A Prefeitura vem investindo na educação de uma forma diferenciada. Um dos exemplos é a merenda escolar oferecida a sete creches e 83 escolas da sede e orla, beneficiando mais de 48 mil alunos com alimentação saudável e de qualidade. São atendidas também 29 creches comunitárias, com duas refeições diárias.

A merenda é preparada pelas merendeiras, que passaram por curso de capacitação para o manuseio adequado dos alimentos. Segundo a nutricionista Lílian Soares, o cardápio é elaborado de acordo com as exigências do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) e deve ter no mínimo 270 calorias para uma criança na pré-escola.

“O que nós servimos não é um lanche nem uma refeição, é um lanche reforçado. A maioria dos alunos é carente e muitas vezes vai à escola só para receber a merenda, que serve como a refeição do dia”.

Para Araci Amambasahy, diretora da creche do Centro Integrado Infantil do Mangueiral, que atende 180 crianças de 3 a 6 anos, hoje é visível a diferença da saúde dos alunos, que crescem e se desenvolvem melhor.Os amigos Kailane dos Santos Oliveira, 4 anos, e Fernando da Silva, 5, estavam ansiosos pela merenda. “Nós gostamos de feijão tropeiro. Já comemos duas vezes”.

O cardápio é pré-elaborado com um ano de antecedência. Existe a preocupação com o uso de verduras, frutas, pão e leite, evitando produtos industrializados. Os alimentos são enviados mensalmente às escolas e as verduras a cada 15 dias.

São oferecidos mingau de farinha láctea, feijão tropeiro, cachorro quente, achocolatado com banana da terra, quiabada, macarrão com carne moída, vitamina de banana, arroz doce, dentre outros. Em dias típicos, como São João, são feitos cardápios festivos com milho cozido, laranja, doce de amendoim, mingau de milho e mugunzá.

“Com uma merenda de qualidade, a criança aprende a ter hábitos saudáveis. A nossa preocupação é substituir os produtos industrializados por nutritivos, a exemplo da lingüiça calabresa por charque e milho branco por tapioca ou fubá de milho, dando preferência a frutas e verduras”, disse a nutricionista.

A distribuição é feita por dois caminhões e um carro pequeno, em oito roteiros na sede e seis na orla. De acordo com a gerente de alimentação escolar da Secretaria da Educação (Seduc), Roquilda Ribeiro dos Passos, a merenda hoje é de primeira qualidade. “Antes as crianças tinham um lanche precário e só comiam bolacha com refresco. Agora, elas têm uma merenda que alimenta e substitui uma refeição”.

Foto: Agnaldo Silva

A alimentação saudável melhora rendimento escolar -

Mais Notícias

Concessão da Rodoviária e estudo de zona azul são temas de reunião

Concessão da Rodoviária e estudo de zona azul são temas de reunião

Café Filosófico Oluwo virtual reuni profissionais de educação

Café Filosófico Oluwo virtual reuni profissionais de educação

Prefeitura decreta recesso para o funcionalismo público no fim do ano

Prefeitura decreta recesso para o funcionalismo público no fim do ano

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.