Rede de atenção à mulher é elogiada

Iwwa Agência
Publicado 06/12/2012 03:12:51

“Camaçari possui uma ampla rede de atenção e de proteção à mulher, enquanto muitos Municípios ainda não conseguiram implantar”. A declaração foi feita pela secretária estadual de Políticas para as Mulheres, Vera Lúcia Barbosa, durante abertura do seminário alusivo à campanha 16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, nesta quinta-feira (06/12), na Cidade do Saber.

Segundo a secretária, é preciso fortalecer as ações feitas em Camaçari no combate à violência contra as mulheres e expandir o trabalho para todo o Estado.  Para isso, segundo a secretária, o governo estadual estabeleceu três premissas básicas para transversalizar o tema. “As ações consistem em construir um trabalho em rede com um sistema de abrigamento no estado, fortalecer a Lei Maria da Penha e desconstruir a cultura patriarcal que desvaloriza a mulher”, destacou.  

O secretário municipal da Cidadania e Inclusão, Carlos Silveira, também prestigiou o evento. Para ele, as pessoas precisam se conscientizar e combater todo tipo de violência contra a mulher, seja ela física, psicológica ou social.

O seminário contou com seis rodas de conversas sobre discriminação, violência e o papel da mulher na sociedade. Cada uma delas teve duas facilitadoras, que são pesquisadoras e atuam com a questão do gênero. 

Para a diretora executiva do Integro (Instituto de Tecnologia, Educação e Gestão Organizacional), órgão responsável pelas atividades relacionadas do evento, Francisca Vasconcelos, este é um momento em que as mulheres têm a oportunidade de externar os problemas e receber orientações.      

As atividades foram retomadas às 14h, com uma mesa redonda sobre o tema Em busca da cidadania e da justiça – Mulheres em diversos campos de atuação. O debate é mediado pela doutoranda do programa de Pós-graduação da Família na Sociedade Contemporânea da Ucsal (Universidade Católica de Salvador), Claudia Barbosa.

A mesa redonda aborda ainda o tema Mulheres na Política Baiana e em seguida abre espaço para um bate-papo sobre o assunto com a vereadora eleita de Camaçari, professora Patrícia Oliveira (PT).   

Sexta-feira (07/12) serão formadas novas rodas de conversa e mesas redonda sobre a mesma temática. Desta vez, a doutoranda Simone Ganem aborda o tema Dores do corpo, dores da alma, no qual expõem o trabalho desenvolvido com mulheres mastectomizadas.

Em seguida, a psicóloga do Centro de Referência Loreta Valadares, Suely Lobo, dá continuidade à programação com mesa redonda e bate-papo com a secretária municipal da Mulher, Elaine Souza.   

As atividades em alusão aos 16 Dias de Ativismo prosseguem com seminário e vigílias, no dia 10 de dezembro, na praça Desembargador Montenegro. No dia 14, a caminhada de protesto acontece na praça Abrantes.  

PROGRAMAÇÃO

Sexta-feira (07/12)

8h: Sessão de abertura

8h30 às 09h30: Atividades de integração

9h30 às 10h Coffe Break

10h às 12h Rodas de conversa parte II – Temáticas diversas sobre a violência contra a mulher

12h às 14h: Almoço

14h às 15h30: Mesa redonda parte II: Em busca da cidadania e da justiça: Mulheres em diversos campos de atuação

15h30 às 16h: Coffee break

16h às 17h30: Mesa redonda parte II (continuação)

17h30 às 18h: Debate

18h: Encerramento

Segunda-feira (10/12)

13h às 17h: Vigília na praça Desembargador Montenegro

17h: Encerramento

Quinta-feira (13/12) 

2º SEMINÁRIO 

8h: Credenciamento

8h30:  Sessão de abertura

9h às 09h30: Atividades de integração

9h30 às 10h: Coffee break

10h às 12h: Mesa redonda – parte I – Violências sobrepostas: realidades, urgências e ações.

Vanessa Cavalcanti (UCSAL) – Violência(s) contra as mulheres: Injustiças, direitos humanos e políticas públicas.

12h às 14h: Almoço

14h às 15h30: Mesa redonda – parte I (continuação)

Gina Emília Costa Gomes (UCSAL) – Conversando sobre mulheres e violências.

15h30 às 16h: Coffee break

16h às 17h30: Mesa redonda parte I (continuação)

Gina Emília Costa Gomes (UCSAL) – Conversando sobre mulheres e violências.

17h30 às 18h: Debates

18h: Encerramento

Sexta-feira (14/12)

8h: Sessão de abertura

8h30 às 09h30: Atividades de integração

9h30 às 10h: Coffee break

10h às 12h: Mesa redonda – parte II – Violências sobrepostas: realidades, Urgências E ações.

Heleneci Souza Nascimento – Delegada Titular da DEAM de Brotas

Gina Emília Costa Gomes (UCSAL) – Conversando sobre mulheres e violências.

12h às 14h: Almoço

14h às 17h: Vigília na praça Abrantes

17h às 18h: Encerramento

 

Slideshow | 5 fotos

Rede de atenção à mulher é elogiada

Mais Notícias

Seduc realiza encontro com famílias de estudantes atendidos com cuidadores

Seduc realiza encontro com famílias de estudantes atendidos com cui...

Seduc inicia oferta de Oficina de Libras nas escolas municipais onde há alunos surdos

Seduc inicia oferta de Oficina de Libras nas escolas municipais ond...

Operação Semáforo da STT é aprovada pela população  

Operação Semáforo da STT é aprovada pela população  

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.