Readaptação e entusiasmo marcam volta às aulas da Pracinhas da Cultura

ASCOM
Publicado 19/10/2021 09:10:33

Entusiasmo e readaptação são as palavras que descrevem o clima das aulas da Pracinhas da Cultura, que foram retomadas presencialmente no mês de setembro. O equipamento, vinculado à Secretaria da Cultura (Secult), oferta 11 atividades culturais e esportivas, com turmas matutinas e vespertinas, voltadas para diferentes faixas etárias.

Com a retomada das atividades do espaço, Tayllon Dias, morador do Phoc III, resolveu se matricular para a modalidade de vôlei e está com grande expectativa para as aulas. “Resolvi fazer para ter uma forma produtiva de aproveitar meu tempo. Pretendo me esforçar bastante”, afirmou.

Eliandro Mario Santos, morador do Parque Verde I, começou a fazer percussão em 2017 por influência de uma amiga e desde então se apaixonou pela atividade. Durante o período da pandemia, ele praticava em casa e mantinha contato com o professor de forma on-line para auxílio. “Isso ajudou para, com a volta presencial, não ter atrasado tanto o desenvolvimento”, pontuou.

Professor de percussão, Wendell Souza conta que este primeiro mês de retorno das aulas tem sido um momento de readaptação. “Estamos acolhendo os alunos, alguns dos quais acabaram perdendo entes queridos durante a pandemia, outros estavam ansiosos. Então estamos conversando, fazendo também um trabalho psicológico”. Ademir Rocha, professor de vôlei, também ressalta que a retomada está sendo feita de forma gradativa. “É um momento de acolhimento, da melhor forma possível, e de pensarmos em novas estratégias”.

Para o professor de dança moderna, Edimar Santos, o fato dos alunos estarem comparecendo às aulas é um motivo a se comemorar. “Eles retornaram um pouco mais tímidos por conta do tempo em que ficaram em isolamento, mas estão se entregando”, destaca. Professora de pilates e dança do ventre, Maíra Moraes também ressalta o entusiasmo dos alunos. “A participação está a melhor possível. Eles estão com vontade de praticar, estavam com saudade”.

Mabel Santana, moradora do Gravatá, fazia pilates de forma particular, mas com a reabertura das atividades da Pracinhas da Cultura, viu a oportunidade em praticar a modalidade de forma gratuita. “Faço por ser uma recomendação médica, pois o pilates é ótimo para o corpo e para a saúde, mas também por gostar da atividade. As aulas são divertidas, é fantástico”.

A realização das aulas atende aos protocolos sanitários de segurança, como uso de máscara, disponibilização de totens de álcool em gel e distanciamento. “Os alunos também trazem de casa a própria garrafinha de água e estamos sempre lembrando de que seja feita a higienização das mãos”, destacou o professor Edimar Santos.

Além de pilates, danças moderna e do ventre, vôlei e percussão, a Pracinhas da Cultura oferece ainda as modalidades de ballet, futsal, aeróbica, zumba, taekwondo e teatro. O equipamento fica situado na Avenida Luiz Gonzaga, no bairro do Phoc III. Mais informações podem ser adquiridas através dos telefones (71) 3454-1511 e 3454-1517.

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 27 de novembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 27 de novembro de 2021

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Prefeitura investe em mais uma capacitação para os servidores

Prefeitura investe em mais uma capacitação para os servidores

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.