Projeto premia estudantes

Iwwa Agência
Publicado 06/12/2013 10:12:16

Ansiedade e muita emoção marcaram a premiação do projeto Talentos Científicos, na Cidade do Saber, nesta sexta-feira (06/12). A iniciativa envolveu 10 escolas municipais. Três equipes e os professores orientadores ganharam notbooks e tablets. Os critérios de avaliação do prêmio foram a consistência teórica, a metodológica, originalidade, clareza, organização, objetividade e funcionabilidade.

Na avaliação do coordenador de Educação da Cidade do Saber, Devson Luz, a iniciativa amplia as fronteiras dos saberes oferecidos e adquiridos na educação formal. “Há dois anos estamos fomentando a descoberta de talentos científicos e desenvolvendo projetos voltados para a área da Ciência e Tecnologia. É com muita satisfação que premiamos educandos e educadores”, afirmou.

Na opinião do gerente de Relações Institucionais da Braskem, Emanuel Lacerda, o desenvolvimento e a difusão do conhecimento são objetivos da empresa. “Fiquei muito feliz em ver que os estudantes construíram soluções para melhorar a vida das pessoas”, enfatizou.

O primeiro lugar foi o experimento “aquecedor autossustentável”, que transforma energia solar em energia térmica. O projeto foi elaborado pelos estudantes Nailton Monteiro, Matheus Senha, Ludmila Braga e Maria Eloísa, todos do 9° ano da escola Denise Tavares, sob orientação do professor Neemias dos Santos.

“Energia química à energia elétrica” ficou no segundo lugar. O experimento foi desenvolvido com limões e uma calculadora. Os idealizadores foram Tarcísio Santos e Tiago Santos, do 9° ano, que contaram com as orientações do professor Aldo Furtado, da escola Félix Joaquin de Moraes.

O terceiro lugar, “carrinho elétrico”, foi desenvolvido por Robert Marley, Leone da Silva Lima e Matheus Silva Buitrago, da Escola Laurita Souza Ribeiro, sob orientação da professora Aytala Carvalho.

Muito emocionada e sem acreditar que ganhou o primeiro lugar, a jovem Maria Eloísa, de 15 anos, disse que pretende dá seguimento aos estudos e cursar Eletrotécnica no IFBA (Instituto Federal da Bahia). “Queríamos construir algo inédito, com foco no meio ambiente e o projeto nos ajudou a descobrir mais sobre a ciência. Estou muito contente e nem acredito ainda que ganhamos”, confessou.

Bastante extrovertido e muito feliz, Tarcísio Santos, de 15 anos, explica a essência do experimento “energia química à energia elétrica”. “O polo negativo, que é o zinco, empurra elétrons para o circuito externo, enquanto que o polo positivo captura eletros para o circuito externo, aí monta a corrente”, contou o estudante.

Realizado pela Cidade do Saber, Seduc (Secretaria de Educação) e Braskem, o projeto Talentos Científicos contou com as participações das escolas Anísio Teixeira, Alberto Ferreira Brandão, Félix Joaquin de Moraes, Eustáquio Alves de Santana, Laurita Sousa Ribeiro, Amélia Rodrigues, Américo Ferreira Santos, Tancredo Neves, Denise Tavares e Cosme de Farias.

 

Slideshow | 3 fotos

Projeto premia estudantes

Mais Notícias

Prefeitura de Camaçari qualifica ambulantes e baianas de acarajé de Arembepe

Prefeitura de Camaçari qualifica ambulantes e baianas de acarajé de...

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 18 de outubro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 18 de outubro de 2021

Prefeito se reúne com especialista em educação no trânsito

Prefeito se reúne com especialista em educação no trânsito

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.