Projeto Cata Bagulho é aprovado pela comunidade de Arembepe

ASCOM
Publicado 18/10/2023 02:10:09

A manhã desta quarta-feira (18/10) foi dia de coleta do Cata Bagulho, que na oportunidade ocorreu em Arembepe, com os trabalhos iniciados desde a entrada principal da localidade, realizados por meio de prepostos da Secretaria dos Serviços Públicos (Sesp), que deram suporte à execução da apanha seletiva do projeto.

A iniciativa retira das vias públicas materiais inservíveis, como móveis, colchões, camas, guarda-roupas, além de eletrodomésticos, a exemplo de máquina de lavar, fogão, geladeira, dentre outros. Também fazem parte recicláveis, como plástico, vidro e metais.

Para a secretária da pasta, Arlene Rocha, “a população de Arembepe acolheu o nosso projeto. Isso é positivo, porque mostra a conscientização da população em atender a necessidade da vida em comunidade e também a finalidade do Cata Bagulho”, declarou, ao informar, ainda, que a próxima edição da iniciativa acontece dia 25 de outubro, no bairro Gleba A, sede do município.

Moradores e comerciantes da Volta do Robalo se manifestaram positivamente acerca do projeto. Idelson Passos, 49 anos, empreendedor e morador, que há 30 anos vive na localidade, vê na rapidez da apanha um valor a ser destacado. “Só o fato deles recolherem tudo na hora e a rua não ficar cheia de restos de sofá, cama e colchão, como a gente às vezes vê por aí, já valeu a iniciativa”, comentou, chamando a atenção para o fato do risco que isso pode trazer para o transeunte. “Às vezes é até arriscado a pessoa se acidentar ao pisar ou se arranhar num prego, parafuso exposto ou lasca de madeira”, ponderou.

Dona Matilde dos Santos, 70 anos, nascida e criada em Arembepe, disse nunca ter visto nada igual por ali. Destacando o contentamento com a iniciativa, expressou que, “esse projeto ajuda a deixar a rua mais limpa e livre de insetos e bichos transmissores de doenças”, ressaltou.

Outro idoso que aprovou o trabalho da equipe de coleta foi Manoel Santos, 71 anos. “Eu achei beleza, tira muita coisa de casa. Eu, mesmo, tirei o armário e uma geladeira”, disse o morador aposentado.

A coleta do Cata Bagulho não aceita entulho de obras e podas de árvores. Para tanto, o munícipe deve buscar o Ponto Ecológico de Entrega Voluntária (EcoPEV) mais próximo. Outro item proibido é o lixo doméstico, que deve ser destinado à coleta diária regular.

Orientações adicionais sobre a apanha seletiva podem ser obtidas por meio do Disque Limpeza Urbana, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelo número WhatsApp (71) 99951-0191, exclusivamente por mensagem de texto.

O vereador Deni de Isqueiro também esteve presente durante a ação de retirada dos objetos descartados.

Mais Notícias

Obras de requalificação e urbanização em Guarajuba prosseguem

Obras de requalificação e urbanização em Guarajuba prosseguem

Pagamento do IPTU 2024 com desconto de 10% segue até 11 de março

Pagamento do IPTU 2024 com desconto de 10% segue até 11 de março

Camaçari vai sediar XVIII Seminário da ACTEBA

Camaçari vai sediar XVIII Seminário da ACTEBA

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us