Programa é estendido às mães

Iwwa Agência
Publicado 19/07/2010 03:07:32

Mães dos jovens que participam do Programa Adolescente Aprendiz passam a fazer parte das atividades previstas para o Município.

A mudança foi possível graças ao novo plano pedagógico desenvolvido pela gerência de Políticas da Criança e do Adolescente da Secretaria do Desenvolvimento Social de Camaçari (Sedes).

A iniciativa aumenta em 50% o número de beneficiados, que passa de 250 para 500 pessoas.

As mães participam semanalmente de encontros que debatem temas como sexualidade, violência e aspectos psicossociais.

As mudanças têm por objetivo envolver a família em todo processo de desenvolvimento do adolescente, como forma de dar mais responsabilidade e comprometimento com o estágio.

A medida permite ainda o estreitamento da relação entre mães e filhos.

Outra importante ferramenta presente no novo plano pedagógico do programa são os cursos de qualificação oferecidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), em parceria com a Prefeitura.

Os cursos são voltados para a área administrativa e da tecnologia da informação. A expectativa é de que a qualificação comece até o final de setembro e aconteça duas vezes por ano. 

De acordo com Ana Cláudia Santos, gerente das Políticas da Criança e do Adolescente da Sedes, antes os jovens eram capacitados apenas por meio de palestras.

“Com as qualificações realizadas pelo Senai e pelo Senac, os adolescentes receberão certificados e terão mais chances de entrar no mercado de trabalho”, analisa.

 APRENDIZ

 Jovens em situação de risco social são o foco do Programa Adolescente Aprendiz.

A ação tem o objetivo de inserir os estudantes em diversos setores da administração municipal e garantir experiência profissional.

Os adolescentes prestam serviço por quatro horas diárias e recebem uma bolsa estágio no valor de R$ 255,00.

Para fazer parte do programa, o adolescente deve ter entre 16 e 17 anos, estar cursado o 8º ano (7ª série) do fundamental, ser morador do Município por pelo menos dois anos, ter renda familiar de, no máximo, R$ 700,00, estar em condição de vulnerabilidade social e devidamente matriculado na rede pública de ensino.

As vagas são abertas anualmente, durante o primeiro semestre.

Foto: Agnaldo Silva

Hoje o Adolescente Aprendiz atende 250 jovens -

Mais Notícias

Sefaz apresenta resultados do 2º quadrimestre e projeta crescimento

Sefaz apresenta resultados do 2º quadrimestre e projeta crescimento

STT realiza ação de encerramento do Setembro Amarelo

STT realiza ação de encerramento do Setembro Amarelo

Camaçari e o potencial turístico – a história de Jucy Andrade

Camaçari e o potencial turístico – a história de Jucy Andrade

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us