Programa distribui medicamento em casa

Iwwa Agência
Publicado 30/04/2009 11:04:35

Cilene Maria é mais uma paciente portadora de doença crônica beneficiada pelo Programa Medicamento em Casa, em Camaçari. Hipertensa há mais de 5 anos, Cilene é acompanhada por profissionais da Unidade de Saúde da Família (USF) do bairro Novo Horizonte. “Fico feliz em receber os medicamentos em casa. Com o programa economizo tempo e dinheiro”, diz.

O projeto piloto, implantado no Município em 2008, atende mais de 50 pacientes com hipertensão e diabetes. Jadaiane Rodrigues, 25 anos, moradora do Ficam é outra beneficiada. Ela está entre as pessoas que fazem parte do programa de Planejamento Familiar, do Sistema Único de Saúde (SUS), também são beneficiadas.

Só pode participar o paciente com quadro clínico estável. A inscrição é feita após avaliação médica e realização de exames que comprovem que os níveis de hipertensão arterial e de açúcar no sangue, no caso da diabetes, estão estáveis por pelo menos três meses.

Os medicamentos são entregues durante três meses, por meio dos Correios. A cada trimestre, o beneficiado tem que retornar à unidade de saúde para nova avaliação médica e recadastramento no projeto.

Entre os medicamentos oferecidos para o controle da diabetes estão a metiformina, acarbose e a glibenclamida. Os pacientes com hipertensão são tratados com Captopril e hidroclorotiazida.

As pessoas contempladas pelo Planejamento Familiar recebem preservativo masculino e anticoncepcionais.

PROGRAMA
O Medicamento em Casa é uma parceria entre a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) e do Ministério da Saúde. No Estado, além de Camaçari, apenas Salvador, Lauro de Freitas e Teixeira de Freitas são assistidos pelo programa.

As cidades foram escolhidas por atenderem aos pré-requisitos das Unidades de Saúde da Família (USFs), entre eles cobrir 40% da população. A meta é chegar a 100 municípios até 2010.

De acordo com a Farmacêutica Neide Justo, coordenadora do Medicamento em Casa, em Camaçari, com a contratação de novos profissionais de saúde o número de pacientes beneficiados peloprograma deve aumentar consideravelmente, uma vez que mais pessoas que se encaixam no perfil devem ser identificadas.

Foto: Agnaldo Silva

Jadaiane Rodrigues recebe os contraceptivos em casa -

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 27 de novembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 27 de novembro de 2021

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Prefeitura investe em mais uma capacitação para os servidores

Prefeitura investe em mais uma capacitação para os servidores

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.