Proerd forma primeira turma de alunos da orla

Iwwa Agência
Publicado 06/11/2008 08:11:56

A animação tomou conta dos alunos de sete escolas da orla de Camaçari. Entoando cânticos, 350 estudantes comemoraram a cerimônia de formatura da primeira turma do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência). O evento aconteceu no ginásio esportivo da Escola Municipal Tancredo Neves, em Jauá.

Durante a cerimônia foram entregues os certificados de conclusão das aulas do Programa e premiados as quatro melhores redações feitas ao final do curso. Participaram seis escolas públicas municipais e uma particular.

Kariele Abreu Porto, campeã do concurso de redação, garante que após o curso aprendeu sobre a existência dos diversos tipos de drogas. O dinamismo das aulas, de acordo com a aluna, estimula o aprendizado e a participação de toda turma. “O que escrevi na redação é resultado do que aprendi na sala e do que quero repassar para quem não teve essa oportunidade”, diz a estudante da 6ª série do Colégio Evangélico Vida Nova.

O Proerd mudou a rotina da família de Antônio Alves Santos, pai dos estudantes Ana Paula dos Santos e Mateus Ferreira dos Santos. “Meus filhos gostaram tanto, que chegavam em casa contando as novidades que aprendem na sala de aula. Já até passei a chamar os meninos de professores”, conta o supervisor de montagem.

Para o coordenador regional do Proerd, tenente-coronel Roberto Amâncio, o Programa é um instrumento de defesa para os jovens que “nessa idade são suscetíveis à abordagem de criminosos e traficantes”. O coordenador ainda informa que a Polícia Militar está resgatando ex-alunos do programa que residem em áreas de risco para garantir assistência psicológica e apoio pedagógico.

“Nos próximos dias começamos em Riachão do Jacuípe”, informa o tenente-coronel. Esse ano ainda devem se formar 70 mil alunos de 65 municípios do estado baiano. Outros 40 mil já receberam o curso do Proerd.
O Proerd da orla de Camaçari beneficiou jovens com idade entre 9 e 16 anos das escolas Catu de Abrantes, Eliza Dias de Azevedo e Vida Nova (Vila de Abrantes), Silvio Pereira Franco (Catu de Abrantes), Maclina Maria da Glória (Buris de Abrantes), além de Lídia Coelho e Darcy Mamede de Queiroz, em Arembepe.

As aulas foram ministradas por policiais do 59ª Companhia Independente da Polícia Militar, localizada em Arembepe.

O programa integra as ações do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) no Município. O objetivo é oferecer atividades educacionais voltadas à prevenção ao uso de drogas e à violência nas salas de aula, bem como estabelecer uma relação de confiança entre o policial militar e o cidadão.

Foto: Agnaldo Silva

Os vencedores do concurso de redação receberam bicicletas -

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 27 de novembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 27 de novembro de 2021

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Prefeitura investe em mais uma capacitação para os servidores

Prefeitura investe em mais uma capacitação para os servidores

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.