Prevenção é tema de conferência

Iwwa Agência
Publicado 08/10/2010 03:10:09

A Secretaria Municipal da Saúde (Sesau), através do Programa Municipal de DST/Aids e Hepatites Virais, promoveu nesta sexta-feira (08/10), uma conferência para debater medidas preventivas de combate à sífilis no Município.   

Comemorado anualmente no terceiro sábado de outubro, o Dia Nacional de Combate à Sífilis faz parte do calendário de eventos e atividades do Programa Municipal DST/Aids. Antecipando a data, a conferência reuniu profissionais e agentes comunitários da saúde, além de representantes da sociedade civil.

Para a supervisora do Centro de Referência e Especialidades em Saúde (CRES) e coordenadora do Programa Municipal de DST/Aids, Maria Luisa de Castro, a iniciativa cria um momento de discussão com especialistas e capacita os profissionais.

“Este encontro tem o objetivo também de identificar as dificuldades e as potencialidades da rede básica de saúde”, esclareceu.

Com o tema Sífilis e Sífilis Congênita, será que não tem fim?, o médico Roberto Fontes, presidente da Sociedade Brasileira de DST- Regional Bahia, ministrou a conferência magna do evento e apontou dados estatísticos de Camaçari.

“As estatísticas do Brasil são assombrosas, mas aqui no Município a situação está controlada. No Hospital Geral de Camaçari (HGC) foram relatados cinco casos de sífilis congênita em 2010 para uma média de três mil partos por ano”, informou.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) preconiza que o município tenha um caso de sífilis para cada 1 mil nascidos vivos. Em Camaçari, os índices apontaram uma redução de 15% em relação a 2009, quando foram detectados 10 casos da doença. 

 CAMPANHA NACIONAL

A sífilis é uma doença infecciosa sistêmica e contagiosa, de evolução crônica e de períodos assintomáticos, causada pela bactéria Treponema Pallidum.

Ela pode ser transmitida por meio de relações sexuais sem preservativos, transfusão de sangue contaminado e da mãe para o filho. Quando a transmissão ocorre durante a gestação ou parto é denominada de sífilis congênita.

Este ano, o Ministério da Saúde reforça a importância do homem acompanhar e também realizar exames no pré-natal, devido a grande incidência de gestantes contaminadas pelos seus parceiros.

Slideshow | 2 fotos

Prevenção é tema de conferência

Mais Notícias

Apresentação de coral, prevista para este domingo (5), foi cancelada

Apresentação de coral, prevista para este domingo (5), foi cancelada

Confira o calendário da semana de 6 a 10/12 para vacinação contra Covid em Camaçari

Confira o calendário da semana de 6 a 10/12 para vacinação contra C...

Equipes da prefeitura visitam áreas atingidas pela chuva neste domingo (5/12)

Equipes da prefeitura visitam áreas atingidas pela chuva neste domi...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.