Prefeitura inicia qualificação de ambulantes e baianas de acarajé de Barra do Jacuípe

ASCOM
Publicado 22/11/2021 04:11:46

O Centro Educacional Darcy Ribeiro recebeu 35 empreendedores da nova turma do curso de qualificação Trilha Economia da Praia. A iniciativa é fruto da articulação entre as secretarias do Turismo (Setur) e dos Serviços Públicos (Sesp), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Baianas de acarajé e ambulantes que atuam em Barra do Jacuípe integram a formação da primeira das duas turmas previstas para a localidade, iniciada na tarde desta segunda (22/11).

A curto prazo, o objetivo do curso é elevar a qualidade do atendimento de toda a costa camaçariense, dedicando a formação àqueles trabalhadores que têm contato direto com o turista. A longo prazo, o propósito é firmar Camaçari como grande destino turístico nacional e internacional.

Edmilson das Dores, servidor da Setur que apoia a Coordenação Técnica da pasta, destacou na abertura a importância do microempreendedor para a sedimentação do turismo de Camaçari. “Essa relação direta do turista com o empreendedor local precisa ser toda lapidada, para que consigamos ter sucesso em nosso projeto de firmar o município como referência turística”, explicou.

Jaciara do Nascimento, mais conhecida como ‘Chica da Acarajé’, atua como baiana há mais de 30 anos na localidade. “Já fiz dois cursos promovidos pela prefeitura, estou neste terceiro, e todos que têm eu faço, pra minha reciclagem. Desde os 12 anos vendo acarajé, mas aprendo muitas coisas nessas formações”, reconheceu a profissional que atua comercialmente no condomínio Canto do Sol.

O artesão Maicon Sento Sé, mesmo não trabalhando exclusivamente no comércio informal, aproveitou a formação. “Tô com muita expectativa e essa é a primeira vez que participo de um curso como esse”, declarou. O jovem profissional comercializa suas obras, produzidas com aço inox e minerais, em frente à igrejinha. Quando não está trabalhando com carteira assinada, faz e vende seu artesanato.


Para Francisca de Cássia, consultora do Sebrae responsável por ministrar o módulo de excelência no atendimento, a principal dificuldade que o público da formação apresenta é o fato de não perceberem a conexão existente entre sua postura pessoal e a qualidade do comércio que geram na praia onde trabalham. “Eles têm dificuldade de entender sobre protagonismo, de fazer uso da criatividade no atendimento, de personalização, de cuidar da aparência e da higiene. Melhorando aspectos como esses, aliado ao cuidado com as finanças, eles podem proteger o mercado local, porque com essas melhorias eles garantem mais negócios para eles mesmos”, evidenciou a especialista.

Das 13h às 17h, durante três dias, a turma trabalhará os três pilares da formação: atendimento ao cliente, manipulação de alimentos e bebidas e fluxo de caixa. A concessão de licença para atuar como ambulante ou baiana de acarajé está condicionada à participação integral no curso.

A segunda turma da formação em Barra do Jacuípe inicia o curso ainda nesta quarta-feira (24/11). Até o fim do ano, 13 turmas serão qualificadas, promovendo aprimoramento pessoal e profissional para mais de 450 profissionais autônomos que movimentam a economia da praia em Camaçari. A próxima comunidade a ser contemplada com o projeto é Barra do Pojuca/Itacimirim, em data a ser definida.

Mais Notícias

Soma realiza roda de conversa em celebração ao Dia da Visibilidade Trans

Soma realiza roda de conversa em celebração ao Dia da Visibilidade ...

Seduc reúne pais e responsáveis em fórum de avaliação do PEV

Seduc reúne pais e responsáveis em fórum de avaliação do PEV

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 28 de janeiro de 2022

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 28 de janeiro de 2022

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.