PPAC iniciou oficinas em escolas nesta quarta-feira (20)

ASCOM
Publicado 20/10/2021 02:10:50

O Grupo de Trabalho Coordenador (GTC) da 7ª Edição do Programa Prefeito Amigo da Criança (PPAC) deu início às oficinas junto aos alunos do 8º ano do Centro Educacional Darcy Ribeiro, em Barra do Jacuípe, na manhã desta quarta-feira (20/10). A finalidade do trabalho é aproximar jovens da dinâmica do poder executivo municipal, desenvolvendo o tema do empreendedorismo, por meio da abordagem de temas transversais à infância e adolescência.

Durante o processo, serão identificados dois representantes juvenis de cada um dos 32 centros de ensino pelos quais as oficinas passarão. A dupla integrará o Comitê de Adolescentes, hoje organizado pela Secretaria de Administração (Secad) e pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), com a articulação do GTC.

A parceria com a Secretaria de Educação (Seduc) permite a indicação das escolas municipais que trabalham com público de faixa etária dos 7 a 15 anos. Desse contingente são identificados os “delegados”, que precisam ter de 13 a 15 anos. A missão dessa equipe será a de se aproximar do fluxo de atribuições referentes à gestão pública de Camaçari, além de receber formação no tema do empreendedorismo.

Janete Ferreira, articuladora da 7ª edição do PPAC, coordenadora do grupo de trabalho do Plano Municipal para a Infância e Adolescência (PMIA), e assessora especial da Secretaria de Relações Institucionais (Serin), conduziu as atividades em uma das duas turmas do Darcy. “Nessas oficinas, que já fazem parte do cronograma de trabalho do PPAC, pedimos que os estudantes façam um desenho por meio do qual retrate o que eles querem ser quando forem adultos. Nessa atividade conseguimos identificar questões sensíveis a eles, como o tema da violência, religiosidade e abuso, por exemplo,” explicou.

Para Maria Eduarda, 14 anos, aluno da unidade escolar, o tema que trouxe para o mundo através do desenho foi o da necessidade de os pais ouvirem mais seus filhos. “Muitos pais hoje em dia não param mais para escutar os filhos, e isso causa muito problema psicológico pra gente”, reconheceu.

Sua colega de classe, Beatriz Oliveira de Souza, da mesma idade, expressou sua vontade de conquistar algo melhor para a sua vida. Utilizou tanto o texto escrito, quanto o recurso de imagens. “Quero ser fotógrafa ou modelo”, expressou.

Já Cauã Lucas de Oliveira, também da mesma idade, aproveitou para retratar todas as coisas erradas que ele vê no mundo, em particular no Brasil. “No meu desenho trouxe tudo que não quero ver mais no futuro, como o racismo e a corrupção”, declarou.

Dando continuidade às oficinas, a mesma atividade acontece no turno vespertino, e dessa vez contempla alunos da Escola Municipal Amélia Rodrigues, situada em Monte Gordo.

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 27 de novembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 27 de novembro de 2021

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Prefeitura investe em mais uma capacitação para os servidores

Prefeitura investe em mais uma capacitação para os servidores

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.