Pólo deve ganhar um complexo acrílico

Iwwa Agência
Publicado 28/10/2009 05:10:17

O Pólo Industrial de Camaçari pode ganhar, em breve, um complexo acrílico, investimento que pode chegar a US$ 700 milhões, cerca de R$ 1,2 bilhão. O anúncio foi feito pelo presidente do Cofic (Comitê de Fomento Industrial de Camaçari), Manoel Carnaúba, durante o lançamento do Guia de Atração de Investimentos do Pólo Industrial, na sede da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), em Salvador.

“Estamos muito confiantes que a empresa venha se instalar em Camaçari. O investimento é muito grande”, afirmou Carnaúba, que informou ainda haver outros grupos interessados no Município.

O guia busca divulgar os atrativos econômicos e apresentar as vantagens que Camaçari tem para o investidor. O documento orienta ainda os empresários na elaboração dos planos de negócios e de investimentos. “Este guia é um grande passo para atrair novos investimentos para o Estado”, afirmou o governador Jaques Wagner.

Para o prefeito de Camaçari, Luiz Caetano, a publicação mostra, detalhadamente, as vantagens de se investir no Município. “A cidade está crescendo em diversos setores e este é o melhor momento para atrair novos investidores”.

Hoje, 90 empresas fazem parte do Pólo Industrial de Camaçari, um investimento de US$ 12 bilhões, que gera 15 mil empregos diretos e 30 mil indiretos. O faturamento anual é de US$ 15 bilhões. O pólo, sozinho, é responsável por 35% das exportações baianas e contribui com R$ 1 bilhão por ano em arrecadação de ICMS para o Estado.

A localização estratégica de Camaçari é outro diferencial para atrair novos investidores, pois fica próxima ao Porto de Aratu, ao Aeroporto de Salvador e à BR-324.

Os principais segmentos produzidos no pólo são químico/petroquímico, celulose, têxtil, metalúrgica, bebidas, serviços e automotivo, sediando a única montadora de automóveis do Norte-Nordeste, a Ford.

REUNIÃO
Após o lançamento do guia, o prefeito Luiz Caetano se reuniu com dirigentes da empresa de porcelanato Eliane S/A, para discutir a ampliação da fábrica no Município.

O grupo discutiu ainda possíveis reduções nos preços dos principais insumos da indústria de cerâmica, que representam 27 % do custo total do produto.

Slideshow | 5 fotos

Pólo deve ganhar um complexo acrílico

Mais Notícias

Soma realiza roda de conversa em celebração ao Dia da Visibilidade Trans

Soma realiza roda de conversa em celebração ao Dia da Visibilidade ...

Seduc reúne pais e responsáveis em fórum de avaliação do PEV

Seduc reúne pais e responsáveis em fórum de avaliação do PEV

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.