Plano habitacional do governo Lula beneficia Camaçari

Iwwa Agência
Publicado 25/03/2009 01:03:58

Camaçari vai ganhar mais habitações. É o que garante o secretário de Habitação, Djalma Machado, que representou o prefeito Luiz Caetano, durante o lançamento do Plano Habitacional do Governo Federal, que aconteceu nesta quarta-feira (25/04), no Palácio do Itamaraty, em Brasília.

O programa tem como meta a construção de 1 milhão de habitações populares no Brasil até o próximo ano. A Bahia deve construir mais de 80 mil moradias.

A expectativa, segundo Djalma Machado, é de que cerca de 2 mil casas sejam construídas em Camaçari. Para o secretário, “os investimentos são muito importantes, pois geram emprego e combate os efeitos da crise econômica”.

O evento contou com a presença do Governador Jaques Wagner, prefeitos, deputados, ministros e coordenadores.

PLANO FEDERAL
A previsão é de que 400 mil moradias sejam entregues as pessoas que ganham até três salários. Outras 200 mil são destinadas àqueles que recebem de três a quatro salários mínimos.

O plano ainda vai entregar 100 mil casas para as pessoas que ganham de quatro a cinco, e outras 100 mil para quem tem faixa salarial até seis salários. Já as últimas 200 mil moradias são destinadas à população que ganha de seis a dez salários mínimos.

O Plano de Habitação contempla os municípios com mais de 150 mil habitantes. As construtoras responsáveis pelas obras também são beneficiadas com a redução dos ISS (Imposto sobre Serviço) e ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis).

FUNDO MUNICIPAL DE HABITAÇÃO
O foco da Secretaria de Habitação (Sehab), no momento, está voltado para as habitações de interesse social, isso porque o déficit habitacional de Camaçari passa de 12 mil moradias. Atualmente, o índice nacional é de 7,2 milhões. Desses, 34,3% corresponde a região Nordeste.

De acordo com o secretário de Sehab, já foi encaminhado para apreciação da Câmara Municipal de Vereadores, a nova versão do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social (FMHIS), que destina um percentual do orçamento municipal, à construção de casas para população de baixa renda, assim como o estatuto do conselho gestor.

Ainda segundo o secretário, após a aprovação do projeto pela Câmara, serão estabelecidas audiências públicas para discutir sobre o FMHIS.

Foto: Nelinho Oliveira / Arquivo

O secretário Djalma Machado representou Caetano em Brasília -

Mais Notícias

Prefeito Elinaldo entrega oficialmente a iluminação do Natal de Luz

Prefeito Elinaldo entrega oficialmente a iluminação do Natal de Luz

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 2 de dezembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 2 de dezembro de 2021

Sesau realiza Dia D da vacinação contra Covid neste sábado (4)

Sesau realiza Dia D da vacinação contra Covid neste sábado (4)

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.