Pescadores conhecem a iniciativa

Iwwa Agência
Publicado 01/02/2011 12:02:55

Profissionais da pesca artesanal e marisqueiros de Camaçari comemoram a criação da Lei Municipal da Pesca nº 1.135/2010, que garante o pagamento de um salário mínimo no período de defeso. A Lei, aprovada em 28 de dezembro de 2010, já está em vigor.

A cerimônia de apresentação da lei foi realizada segunda-feira (31/01), na Escola Lídia Coelho, em Arembepe, com a presença do prefeito Luiz Caetano.

Para Ajax Tavares, presidente da Colônia de Pescadores Z14, de Arembepe, a iniciativa valoriza os profissionais que vivem da pesca. “Cerca de 600 famílias serão beneficiadas e contarão com melhores condições de vida”, informou.

Preocupado em dar continuidade às ações de inclusão social no Município, o prefeito disse que a lei atende a uma necessidade imediata da população e contribui com a preservação ambiental. “Cuidar do bem estar da população do Município e do meio ambiente é compromisso do nosso governo”, salientou.

O superintendente do Ministério da Pesca e Aqüicultura, Onildo Lustosa, e o representante do Ibama-Ba, José Armando, participaram da cerimônia e parabenizaram o prefeito pela iniciativa pioneira. “Sem dúvida, Camaçari é um exemplo para todo o país e deve incentivar outras cidades a desenvolver ações do mesmo cunho”, opinou o superintendente.

Também participaram da cerimônia, o sub-secretário do Desenvolvimento Social de Camaçari, Antonio Souza, o sub-secretário do Desenvolvimento Econômico do Município, Lupicínio Patrício, a coordenadora administrativa da orla, Margarida Galvão, o representante da organização das Cooperativas Brasileira (OCB), Igor Loureiro, o secretário da Pesca e Aqüicultura de São Francisco do Conde, Wellington Marcula, e a coordenadora da Pesca e Desenvolvimento de Aqüicultura de Salvador, Andréia Reis.

BENEFÍCIO

Para receber o benefício o profissional deve estar inscrito na Colônia Z-14, não possuir nenhuma renda permanente e comprovar o exercício da atividade pesqueira por, no mínimo, um ano.

O benefício é válido para os meses de junho, julho e agosto, período da repodução dos peixes.

Foto: Adeilson Carvalho

Profissionais ficaram satisfeitos com a Lei da Pesca -

Mais Notícias

Elinaldo participa de cerimônia de entrega de duas escolas estaduais em Camaçari

Elinaldo participa de cerimônia de entrega de duas escolas estaduai...

Arembepe recebe GTs para construção do Plano Municipal de Cultura

Arembepe recebe GTs para construção do Plano Municipal de Cultura

Gestora da Seinfra recebe moradores de Barra do Jacuípe

Gestora da Seinfra recebe moradores de Barra do Jacuípe

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.