Peça infantil é uma das atrações

Iwwa Agência
Publicado 28/09/2012 06:09:02

A peça teatral A bruxinha que era boa abriu o terceiro dia de apresentações do 1º Festival de Cultura e Arte de Camaçari, no Teatro Alberto Martins. O espetáculo foi apresentado às 14h de hoje (28/09). 

Dirigida por Cilene Guedes, a montagem é encenada pelo Grupo Cultural TAC (Teatro Amador de Camaçari) e tem como mensagem a força que o bem exerce sobre o mal, através da abordagem ilustrativa do paraíso dos bruxos. A encenação é adaptada do texto de Maria Clara Machado e tem duração de uma hora.

O elenco do espetáculo é formado pelos atores Raissa Lorrana, Alexandre Iamasaki, Leandro Avles, Edney Querino, Adriane Silva, Flanqlin Gentil, Vladimir Cardeal, Bruno Silva, Claudia Guedes e Sinha Guimarães, todos de Camaçari.

De acordo com a diretora e uma das fundadoras do TAC, Cilene Guedes, é uma satisfação enorme atuar no teatro que leva o nome do marido, já falecido, “principalmente no mês em que o TAC completa 38 anos de existência”.

A pedagoga Roquilda Oliveira Santos, 37 anos, levou a filha Alice Santos, 3 anos, para assistir o espetáculo e elogiou o Festival. “Aproveitamos o feriado de várias formas. Pela manhã, assistimos o desfile em comemoração aos 254 anos de Camaçari e agora estamos aqui para prestigiar a peça”, declarou.

Acompanhado da esposa Uila Caroline Barros, 20 anos, e dos dois filhos Dimitri Carvalho e David Alef, 2 e 5 anos, respectivamente, o ator, escritor e design gráfico, Alessandro Brito, 26 anos, afirmou ser um dia especial, pois é a primeira vez que as crianças vão ao teatro. “Foi neste espaço que iniciei minha carreira como ator e poder compartilhar isso com minha família é muito gratificante”, declarou emocionado.

O espetáculo A bruxinha que era boa conquistou os troféus de melhor direção, figurino e cenário, durante a 9ª edição do FITA  (Fórum de Teatro Amador do Estado da Bahia), realizado em Camaçari, entre os dias 14 e 22 de setembro.

FESTIVAL

O terceiro dia do 1º Festival de Cultura e Arte de Camaçari começou desde as 13h, na praça Desembargador Montenegro, com oficinas e apresentações dos grupos culturais do Município. No mesmo local, às 17h, foi encenada a peça A chegada de Lampião no inferno.

Na tarde de hoje (28/09), no Teatro Alberto Martins, foi encenado o espetáculo, Elenco de Apoio. Está previsto ainda as peças a Mansão Veith, às 18h, e Baianidade Baiana, às 20h. Na praça Abrantes, foram encenadas as peças Flores e O circo não morreu o palhaço chegou.

Um dos pontos altos do Festival será a Virada Cultural, que acontece sábado (29/09), a partir das 17h, no estacionamento da Prefeitura. Além dos shows das bandas locais, este dia contará com a apresentação do cantor Nando Reis, ex-integrante da banda Titãs.

A previsão é de que as performances sejam finalizadas às 6h da manhã do domingo (30/09), com uma espécie de arrastão, acompanhada por uma banda de percussão, até a estação férrea, no centro da cidade.

No local, presentações de grupos de samba de roda de Camaçari, de capoeira e cultura popular garantem a animação dos participantes até o encerramento oficial do evento, programado para às 12h.

O 1º Festival de Cultura e Arte de Camaçari é uma iniciativa da Prefeitura, através da Secult (Secretaria da Cultura) e do Conselho Municipal de Cultura, com recursos do Fundo Municipal de Cultura. 

 

Slideshow | 5 fotos

Peça infantil é uma das atrações

Mais Notícias

Sedes promove tarde de circo para idosos do Conviver neste sábado (28)

Sedes promove tarde de circo para idosos do Conviver neste sábado (28)

Campanha São João de Prêmios Camaçari 2022 é lançada

Campanha São João de Prêmios Camaçari 2022 é lançada

Sobe para três o número de óbitos suspeitos por dengue hemorrágica em Camaçari

Sobe para três o número de óbitos suspeitos por dengue hemorrágica ...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.