Parada do Orgulho Louco dia 17

Iwwa Agência
Publicado 11/05/2011 01:05:07

Camaçari se prepara para a II Parada do Orgulho Louco. A iniciativa, prevista para acontecer no dia 17 de maio, é uma ação alusiva ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, comemorado no dia 18. A concentração será feita no pátio do Centro Administrativo, a partir das 13h.

A Parada segue em direção à Câmara Municipal de Vereadores, onde será realizada, às 16h, uma audiência pública sobre Transtorno Metal. A sessão solene contará com a presença do secretário da Saúde, Camilo Pinto, e da advogada e militante da luta antimanicomial, Ludmila Corrêa, que também é professora do curso de direito da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS).

A audiência contará ainda com um representante da Associação Metamorfose Ambulante de Familiares e Usuários do Sistema de Saúde Mental do Estado da Bahia (AMEA), assim como a participação de usuários da rede de atendimento em Saúde Mental de Camaçari. Estes últimos darão depoimentos sobre a experiência de atendimento no próprio Município e o que mudou na vida deles com a oferta do serviço.

Entre as pautas previstas para a sessão especial estão a elaboração de uma lei municipal de amparo aos portadores de transtornos mentais e de álcool e outras drogas, a inclusão social e o fortalecimento das políticas públicas.

“Precisamos de uma lei que fale a favor da inclusão social e que possa atribuir aos portadores de algum tipo de transtorno, o lugar de cidadão”, explica Célia Baqueiro, responsável pela Coordenação Municipal da Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas.

As ações, desenvolvidas pela Secretaria da Saúde (Sesau), têm a proposta de por em discussão o fim do preconceito, a garantia de direitos e a cidadania dos portadores de algum tipo de transtorno.

REDE

Os portadores de transtornos mentais e de álcool ou outras drogas que vivem em Camaçari contam com uma ampla rede de assistência, que deve ser fortalecida nos próximos anos com a implantação de dois novos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS’s). Os dois centros serão do tipo 3, sendo um direcionado para pacientes adultos, com transtornos mentais, e outro para pacientes com transtornos por uso de álcool e outras drogas.

Atualmente, a rede assistencial do Município é formada pelo Centro de Especialidade em Saúde Mental – Cesme, situado na sede, além do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) do tipo 1, instalado em Vila de Abrantes e o Consultório de Rua, projeto que é resultado do convênio entre a Prefeitura de Camaçari e a Universidade Federal da Bahia (UFBA), através do Centro de Estudos e Terapia do Abuso de Drogas (Cetad). Juntos, os três programas beneficiam mais de 2 mil pessoas.

Foto: Carol Garcia

CAPS é um dos serviços de saúde mental do Município -

Mais Notícias

Último dia da entrega dos cupons da Cesta de Natal será no sábado (10/12)

Último dia da entrega dos cupons da Cesta de Natal será no sábado (...

50% dos cupons da Cesta de Natal já foram entregues

50% dos cupons da Cesta de Natal já foram entregues

5ª dose da vacina contra Covid está disponível em Camaçari para imunossuprimidos

5ª dose da vacina contra Covid está disponível em Camaçari para imu...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us