Parada do Orgulho Louco dia 17

Iwwa Agência
Publicado 11/05/2011 01:05:07

Camaçari se prepara para a II Parada do Orgulho Louco. A iniciativa, prevista para acontecer no dia 17 de maio, é uma ação alusiva ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, comemorado no dia 18. A concentração será feita no pátio do Centro Administrativo, a partir das 13h.

A Parada segue em direção à Câmara Municipal de Vereadores, onde será realizada, às 16h, uma audiência pública sobre Transtorno Metal. A sessão solene contará com a presença do secretário da Saúde, Camilo Pinto, e da advogada e militante da luta antimanicomial, Ludmila Corrêa, que também é professora do curso de direito da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS).

A audiência contará ainda com um representante da Associação Metamorfose Ambulante de Familiares e Usuários do Sistema de Saúde Mental do Estado da Bahia (AMEA), assim como a participação de usuários da rede de atendimento em Saúde Mental de Camaçari. Estes últimos darão depoimentos sobre a experiência de atendimento no próprio Município e o que mudou na vida deles com a oferta do serviço.

Entre as pautas previstas para a sessão especial estão a elaboração de uma lei municipal de amparo aos portadores de transtornos mentais e de álcool e outras drogas, a inclusão social e o fortalecimento das políticas públicas.

“Precisamos de uma lei que fale a favor da inclusão social e que possa atribuir aos portadores de algum tipo de transtorno, o lugar de cidadão”, explica Célia Baqueiro, responsável pela Coordenação Municipal da Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas.

As ações, desenvolvidas pela Secretaria da Saúde (Sesau), têm a proposta de por em discussão o fim do preconceito, a garantia de direitos e a cidadania dos portadores de algum tipo de transtorno.

REDE

Os portadores de transtornos mentais e de álcool ou outras drogas que vivem em Camaçari contam com uma ampla rede de assistência, que deve ser fortalecida nos próximos anos com a implantação de dois novos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS’s). Os dois centros serão do tipo 3, sendo um direcionado para pacientes adultos, com transtornos mentais, e outro para pacientes com transtornos por uso de álcool e outras drogas.

Atualmente, a rede assistencial do Município é formada pelo Centro de Especialidade em Saúde Mental – Cesme, situado na sede, além do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) do tipo 1, instalado em Vila de Abrantes e o Consultório de Rua, projeto que é resultado do convênio entre a Prefeitura de Camaçari e a Universidade Federal da Bahia (UFBA), através do Centro de Estudos e Terapia do Abuso de Drogas (Cetad). Juntos, os três programas beneficiam mais de 2 mil pessoas.

Foto: Carol Garcia

CAPS é um dos serviços de saúde mental do Município -

Mais Notícias

Roda de Conversa abre a semana alusiva ao Dia Nacional da Pessoa em Situação de Rua

Roda de Conversa abre a semana alusiva ao Dia Nacional da Pessoa em...

Construção de urnas funerárias será concluída nesta semana

Construção de urnas funerárias será concluída nesta semana

Limpeza de canais é realizada em Vila de Abrantes e Jardim Limoeiro

Limpeza de canais é realizada em Vila de Abrantes e Jardim Limoeiro

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us