OP faz balanço dos quatro anos do programa

Iwwa Agência
Publicado 24/04/2009 09:04:09

Mais de 30 mil pessoas da sede e orla de Camaçari decidiram em quatro anos onde deveria ser aplicado o orçamento da Prefeitura, através da participação popular.

Criado em abril de 2005 como um instrumento de democratização entre a comunidade e o governo, o Orçamento Participativo (OP) elegeu cerca de dois mil delegados regionais e territoriais, além de 280 conselheiros.

Através do OP, a população elegeu como prioridade, importantes obras como a praça dos 46, no bairro dos 46, praça da Noite, Gleba A, recuperação do Morro da Manteiga, que corta os bairros Nova Vitória e Novo Horizonte.

As assembléias populares também decidiram pela construção e recuperação de escolas, postos de saúde, pavimentação de ruas e a implantação da rede de esgoto.

Em 2009, aconteceram 15 assembleias com mais de duas mil pessoas, e foram eleitos 234 delegados. O destaque está na participação dos presidentes de associações de moradores, que hoje trabalham junto ao governo, no espaço de debate e definição dos destinos do Município.

Dentre as principais propostas está o resgate da cidadania do povo, controle social sobre o Estado, transparência administrativa, co-gestão da cidade e a criação de uma esfera não estatal.

SESSÃO ESPECIAL
O coordenador do Orçamento Participativo, Raimundo Diacomo, fez um balanço das principais conquistas do Orçamento Participativo, durante sessão especial da Câmara de Vereadores, realizada quinta-feira (23/04). O coordenador lembrou que o prefeito Luiz Caetano foi o grande incentivador para a criação do OP.

A dona de casa, Selma Rocha Vieira, residente na Gleba E, disse que fazia questão de participar do evento porque o Orçamento Participativo fortalece e leva infra-estrutura para o Município. “No meu bairro conseguimos módulo policial, o colégio Anísio Teixeira e pavimentação de todas as ruas”, comemora.

A moradora do Parque Real Serra Verde, Ademildes Santana de Jesus, também afirma que a ferramenta foi a melhor coisa que aconteceu em Camaçari e pretende fazer parte dela, porque “é onde o povo tem vez e voz”.

Emocionado, o Ouvidor do Estado, Jhones Carvalho, disse que tinha orgulho de ter sido o primeiro coordenador do OP em Camaçari, que segundo ele, tem assembleias cada vez mais qualificadas, fortes e participativas. ”Tenho alegria de ver o trabalho consolidado pela vontade da população”, diz.

Na Bahia, o Orçamento Participativo foi implantado pela primeira vez em Vitória da Conquista, seguido de Alagoinhas e Camaçari.

Foto: Agnaldo Silva

O coordenador Raimundo Diacomo fez um balanço do programa -

Mais Notícias

Elinaldo entrega Praça e Campo para moradores do Bosque do Guaraípe em Barra do Jacuípe

Elinaldo entrega Praça e Campo para moradores do Bosque do Guaraípe...

Período de rematrícula em equipamentos da Secult acontece em janeiro

Período de rematrícula em equipamentos da Secult acontece em janeiro

Há uma década instalado em Camaçari, 10º GBM e Prefeitura mantêm importante parceria

Há uma década instalado em Camaçari, 10º GBM e Prefeitura mantêm im...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us