Município possui rede integrada contra as drogas

Iwwa Agência
Publicado 28/04/2010 12:04:07

O uso excessivo de álcool e demais drogas é, hoje, um problema gravíssimo em todos os países do mundo. Preocupada com a situação, a Prefeitura de Camaçari tem ampliado as parcerias com os governos estadual e federal para prevenir a utilização, tratar, recuperar e reinserir socialmente os usuários de drogas.

A rede de mobilização contra os entorpecentes inclui as áreas de saúde, assistência social, educação e segurança pública. A Prefeitura disponibilizou, inclusive, um assistente social para acompanhar os usuários e familiares, bem como as vítimas de violência e abuso sexual. O profissional fica na Escola Félix Joaquim de Moraes, no bairro Camaçari de Dentro, as segundas-feiras, o dia inteiro, e na quinta, até às 12h.

Os casos atendidos são identificados pela unidade de ensino, conforme variação comportamental do aluno. “Acompanhamos o estudante e a família até que retornem o curso de vida normal. É importante que os pais saibam que têm papel fundamental no trabalho de recuperação do filho”, diz o assistente social Joel Miguez Sobrinho. Segundo o profissional, os casos em que são necessários atendimento ambulatorial são encaminhados para as unidades de saúde do Município.

Há ainda o trabalho da Ronda Escolar. O sistema é vinculado à Secretaria Municipal da Educação (Seduc) e funciona de segunda a sexta-feira, nos três turnos. A proposta é coibir a violência e o uso de drogas nas unidades de ensino, além de prevenir arrombamentos e assaltos.

No intuito de facilitar a comunicação com os órgãos de segurança e fiscalização, os carros são dotados de rádio transmissor. As viaturas também são padronizadas com giroflex. Para solicitar o serviço, o interessado pode ligar para os números 3621-6702 ou 9984-7327.

PLANO OPERATIVO
Atualmente, Camaçari integra o programa federal Ações Integradas na Prevenção ao Uso de Drogas e Violência, que tem o objetivo de tratar e garantir a reinserção social de pessoas que usam drogas. O convênio foi assinado este ano.

Dentro do programa, está prevista construção do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) e CAPS 3, que funcionarão ao lado do Centro de Referência da Mulher (CRM) Yolanda Pires, mais a implantação do Consultório de Rua.

O projeto Ações Integradas faz parte do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), que também desenvolve no Município as ações Protejo e Programa do Esporte e Lazer na Cidade (Pelc).

Existe ainda, em Camaçari, uma rede referenciada para uso de álcool e drogas. Através do sistema, os usuários são encaminhados para acompanhamento e tratamento psicoterápico em Salvador, ao Centro de Estudos e Terapia do Abuso de Drogas (Cetad), Centro de Atenção e Tratamento para Alcoolismo (Cata) e Aliança de Redução de Danos Fátima Cavalcante (ARDFC).

A Associação Beneficente Servir, localizada em Arembepe, também é utilizado como centro de atendimento. Segundo a coordenadora municipal de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas, Célia Baqueiro, será criado, em breve, o Conselho Municipal de Políticas Públicas sobre Álcool e outras Drogas.

Foto: Agnaldo Silva

A Ronda Escolar faz parte do programa contra às drogas -

Mais Notícias

Vacinação contra Covid segue nesta segunda (27) e aprazados da 2ª dose para a terça (28/9) devem antecipar a vacina

Vacinação contra Covid segue nesta segunda (27) e aprazados da 2ª d...

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 26 de setembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 26 de setembro de 2021

Camaçarienses que inspiram: Edicleia Pereira Dias

Camaçarienses que inspiram: Edicleia Pereira Dias

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.