Município mantém crescimento com empregos

Iwwa Agência
Publicado 21/10/2009 10:10:52

Mesmo com a crise econômica, Camaçari é um pólo gerador de emprego, com uma média de 400 colocações por mês no mercado de trabalho. De janeiro até setembro, a unidade do Sine-Camaçari foi responsável pela contratação de mais de 2.900 pessoas e capacitação de aproximadamente 6 mil.

De 2005 para cá, cerca de 21 mil vagas de empregos foram disponibilizadas à população.

Para aumentar os índices de contratação da mão-de-obra local, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) firmou parcerias com diversas entidades como Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e Sesi (Serviço social da Indústria).

Os órgãos foram responsáveis pela capacitação de mais de 30 mil pessoas, de 2005 a 2008. Só este ano, o número já ultrapassou a marca de 7 mil qualificações. Do local, saem pessoas preparadas para atuar nas áreas industrial, de hospitalidade e comercial.

Mais 600 empregos serão gerados com a implantação das empresas Reistar Eletronics, com obra em fase de conclusão, Fixar Parafusos e Casas Bahia, ambas em fase de terraplanagem. A Peroxy Bahia, as termoelétricas Muricy 1 e Arembepe, a Linde Gases, além dos complexos hoteleiros e residenciais Sol Meliá e Quintas de Arembepe também vão garantir mais emprego e renda para Camaçari.

Além da qualificação e intermediação da mão-de-obra, a Sedec, em parceria com o CrediBahia e o Banco do Povo, fomentam a abertura de novos comércios e estimulam a legalização de milhares de trabalhadores informais através das linhas de créditos. De 2005 a 2008, cerca de mil operações resultaram em um montante de mais de R$ 1 milhão.

AGRICULTURA E PESCA

Com a reforma administrativa, realizada no início do ano, a Sedec (Secretaria de Desenvolvimento Econômico) passou a gerir as ações de agricultura e pesca. Só em 2009, a coordenação informatizou o cadastro de mais 1.500 produtores rurais e pescadores, abriu 58 tanques para peixe e tem a previsão de abrir mais 52, até o final do ano, o que representa 15 mil metros quadrados de lâmina d’água.

De junho a setembro, cerca de 200 pessoas das localidades rurais de Lagoas Secas e Cancelas foram beneficiadas com cursos de qualificação em apicultura, aqüicultura, horticultura e avicultura (poedeiras e de cortes).

Outro importante apoio aos produtores rurais do Município foi a implantação do programa Da Roça para Feira, que beneficia 63 famílias de agricultores das comunidades de Lagoa Seca, Visconde de Cajazeira, Lodo, Tiririca, Jóia do Rio 1 e 2 e Vila de Abrantes.

O projeto elimina o atravessador, o que garante o aumento da renda do pequeno produtor. Os produtos são vendidos nas feiras de Monte Gordo, Arembepe e, recentemente, chegou a Abrantes.

A proposta da coordenação é estimular o associativismo e o cooperativismo no campo e promover a auto-suficiência das famílias da zona rural do Município.

Foto:

Serviço de intermediação também garante capacitação -

Mais Notícias

Vacinação contra Covid continua nesta segunda (27) em Camaçari para todas as doses e públicos

Vacinação contra Covid continua nesta segunda (27) em Camaçari para...

Drilha Junina promete muita animação na 1ª edição

Drilha Junina promete muita animação na 1ª edição

Vila da Cultura atrai centenas de pessoas e valoriza tradição junina

Vila da Cultura atrai centenas de pessoas e valoriza tradição junina

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us