Município concede reajuste de 8%

Iwwa Agência
Publicado 14/03/2013 06:03:43

A disposição do governo municipal para negociar garantiu o maior acordo já feito pelo Município com os professores. Foram seis rodadas de negociação e Camaçari, mais uma vez, atende o índice nacional de reajuste, ao conceder 8% de aumento, o que inclui 6% de reposição das perdas da inflação do período de janeiro a dezembro de 2012, mais aumento real de 2%, índice que categorias de trabalhadores de grande mobilização nacional, como bancários e petroleiros, não têm conseguido conquistar. As correções serão retroativas à 1º de janeiro de 2013, data base da categoria.

Além do reajuste do salário, a Prefeitura concedeu a redução de carga horária em sala de aula e, consequentemente, horas excedentes para o planejamento dos professores do ensino Fundamental I, uma vez que os profissionais do fundamental II já possuem o benefício. Desta forma, Camaçari possibilita que os professores destinem 1/3 das horas trabalhadas para planejar as atividades de ensino. 

O acordo foi fechado hoje (14/03), junto à diretoria do Sindicato dos Professores de Camaçari (Sispec). Segundo o secretário do Governo, Sérgio Paiva, o principal ganho a ser destacado é o fato de ter sido estabelecido um diálogo positivo com a categoria, visando dar continuidade à educação de qualidade no Município.

Ainda de acordo com o secretário, ficou definido que será criada uma comissão permanente de negociação a fim de discutir, mensalmente, a educação com os trabalhadores. A comissão será formada por representantes das secretarias da Educação, do Governo, da Administração, e da Fazenda, além dos sindicatos dos Servidores Públicos de Camaçari e dos Professores.

Segundo o presidente do Sispec, Jorge Freitas, esta foi uma das melhores negociações da categoria com a administração municipal. “Camaçari será o primeiro Município a pagar horas excedentes aos professores do Fundamental I e II, até que seja possível reduzir a carga horária dos profissionais”, frisou o dirigente sindical.

O secretário da Educação, Luiz Valter de Lima, destacou que a proposta contribui diretamente para a melhoria do nível da educação no Município, uma vez que possibilita que os professores tenham mais tempo para planejar, estudar e, desta forma, desempenhar melhor a profissão.

Durante a negociação ficou acordado ainda o aumento em 19% do auxílio alimentação oferecido para os professores em regime de 40h, e 12% de reajuste do auxílio transporte. Assim como, ficou definido que a realização de concurso público com a oferta de cargos que também contemplem a educação será realizada no segundo semestre deste ano e a contratação, por processo seletivo simplificado, dos professores que substituirão os profissionais que precisam gozar licença prêmio.

Devidamente assinado, o acordo será encaminhado para análise e votação na Câmara Municipal de Vereadores.

Ainda estiveram presentes na reunião o secretário de Relações Institucionais, Anderson Santos, e a vereadora Patrícia Oliveira (PT).

 

 

 

Foto: Marcelo Ferrão

Governo municipal fecha acordo com Sispec -

Mais Notícias

Parceria entre Secult e Sedap é discutida em reunião

Parceria entre Secult e Sedap é discutida em reunião

Contas do 2º quadrimestre de 2021 da Seduc são apresentadas em audiência pública

Contas do 2º quadrimestre de 2021 da Seduc são apresentadas em audi...

Sejuv abre inscrições para formação técnica de educadores físicos

Sejuv abre inscrições para formação técnica de educadores físicos

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.