Mulheres de Camaçari lutam contra a violência

Iwwa Agência
Publicado 05/03/2009 02:03:07

Camaçari sai na frente no combate à violência doméstica contra a mulher. Milhares de pessoas participaram na tarde de sexta-feira (6/03), da 3ª Marcha em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado amanhã (08/03). Este ano, o tema foi Lei Maria da Penha – Comprometa-se.

O prefeito Luiz Caetano e a presidente da Câmara dos Vereadores, Luiza Maia, abriram a caminhada que saiu da Radial C e seguiu até a praça dos 46. A cantora Lívia Nunes comandou a passeata.

Com muita animação e faixas contra a violência e omissão, o evento contou com a participação do grupo Espermacete do Terno de Reis ao samba de roda, de Barra de Pojuca, seguido do Centro Cultural de Capoeira Filhos de Maré, do bairro da Lama Preta, baianas, e representantes de entidades civis e governamentais.

A cigana Norma Almeida da Silva, 41 anos, reside no Município há 20, disse que era a primeira vez que participava da caminhada. Ela ficou entusiasmada ao ver a mobilização em torno de um tema importante. Segundo ela, na sua comunidade a mulher é respeitada, “mas é preciso deixar de ser subserviente para conquistar mais espaço”, ressalta.

Luciana Souza de Alcântara, representante da União Municipal de Estudantes Secundaristas de Camaçari (Umesc) acha que hoje a mulher conseguiu muito mais respeito na política e no trabalho.

Também presente na marcha, a presidente do Sindicato dos Jornalistas da Bahia (Sinjorba), Kardelícia Mourão, acrescenta que as mulheres têm muito a comemorar pela competência e conquistas alcançadas no que se refere à discriminação. “Hoje nós já conseguimos ganhar igual ao homem, mas ainda há muito que se conquistar”.

Para a delegada da Mulher (Deam), Janaína Dore, a comemoração representa uma conquista, principalmente depois do surgimento da Lei Maria da Penha. “É preciso que elas não tenham medo, e a denuncia é dizer não a violência”.

A Secretaria de Promoção da Mulher e Reparação (Seprom), Aurenita Castillo, ressalta as conquistas alcançadas através do governo de Luiz Caetano, a exemplo da criação do órgão em 2005, Conselho Municipal da Mulher, Núcleo Psicosocial e Juridico (NAPSJ), além do Centro de Referência da Mulher Yolanda Pires, a ser inaugurado ainda este semestre.

Segundo a presidente da Câmara dos Vereadores, Luiza Maia, as mulheres têm muito a comemorar e agradeceu as parcerias com os gestores, mas existe uma longa e uma larga estrada para conquistar.

Depois de destacar a importância da cidade ao realizar um evento grandioso e citar a Cidade do Saber como um modelo de projeto social, a cantora Mariene de Castro fez um show no trio elétrico. O ato foi encerrado com a apresentação do grupo Mulheres que Cantam e Encantam.

Foto: Carol Garcia

Cerca de 10 mil pessoas participaram da marcha -

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 6 de dezembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 6 de dezembro de 2021

Camaçari tem selos Bandeira Azul renovados e hasteamento ocorre nesta terça (7/12)

Camaçari tem selos Bandeira Azul renovados e hasteamento ocorre nes...

Tranquilidade e organização marcam início da entrega dos cupons da Cesta de Natal na sede

Tranquilidade e organização marcam início da entrega dos cupons da ...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.