Mostra de encerramento marca conclusão dos cursos geridos pela Secult

ASCOM
Publicado 08/12/2023 12:12:31

Para encerrar a agenda deste ano com chave de ouro, a Prefeitura de Camaçari, através da Secretaria da Cultura (Secult), apresenta a mostra de encerramento dos cursos desenvolvidos em 2023 nos equipamentos geridos pela pasta. Com uma programação variada, a abertura das atividades acontece segunda-feira (11/12) e segue até o dia 20 de dezembro. Durante o período, será possível apreciar diversas apresentações artísticas e culturais, realizadas pelos alunos assistidos nas mais variadas modalidades, incluindo desde dança contemporânea e música clássica, até zumba e capoeira. A não ser no dia 15, que a apresentação ocorre na Praça Abrantes, todas as demais acontecem no Teatro Cidade do Saber (TCS). 

O balé clássico abre a programação da mostra no dia 11, às 18h, quando os alunos apresentam o espetáculo Festival de Repertórios e a Magia do Cinema. Sob a orientação dos arte-educadores Alef Paixão e Pâmela Silva, o grupo levará ao público introdução e algumas histórias clássicas do balé de repertório em dois atos cênicos, incluindo coreografias inspiradas na magia do cinema.

Terça-feira (12) acontecem duas sessões de teatro. Às 17h30, o elenco de atores dirigido pelo professor Danilo Santiago sobe ao palco para encenar o espetáculo Cordel do Amor Sem Fim, através do qual temas contemporâneos e urgentes são discutidos com viés poético, autêntico e aparentemente ingênuo. Às 19h30 a peça Terceiro Sinal leva para a cena os bastidores de um espetáculo que está a 50 minutos da estreia. A história apresenta um jovem diretor encantado e entusiasmado com a magia do teatro e expõe assuntos relacionados a traumas, problemas e particularidades dos bastidores do fazer teatral.

Na modalidade de dança de salão, dia 13 (quarta-feira), às 19h, o espetáculo Amor e Poesia leva ao público uma apresentação na qual os relacionamentos são imaginados nos poemas e os artistas trazem uma forma mais significativa dessa arte corporal. Os alunos são dirigidos pelo professor Daniel Andrade.

Quinta-feira (14) é a vez dos alunos e de teatro encantarem o público. Às 15h, o espetáculo “Ancestralidade – Corpo Ancestral uma Herança Cultural”, dirigido pela arte-educadora Ana Paula Souza, revela a busca constante da identidade singular que, através da dança, fortalece a inspiração do movimento e retrata a história de um povo e seu pertencimento. Às 18h30, do mesmo dia, será a vez da apresentação de um clássico da literatura infantil, O Mágico de Oz. Sob a direção do arte-educador Valter Júnior, a apresentação teatral promete levar humor e novidade para o público, pois a peça propõe uma adaptação bem-humorada da fantasia musical retratando, através dos personagens, diálogos na vivência durante a pandemia da Covid-19.

Dia 15 (sexta-feira), na Praça Abrantes, às 17h, vai ter zumba. A professora Leidiane Bispo e seus alunos embalam o fim de tarde no Centro da cidade, mesclando movimentos de danças latinas, como samba, salsa, merengue, mambo, dentre outros estilos. Voltando para o TCS, na mesma data, mas às 19h30, é a dança do ventre que ganha destaque. A professora Angela Cheirosa preparou uma montagem especial e, com seu grupo de alunas, demonstrará, através de elementos corporais femininos, a origem dessa manifestação artística.

Com o objetivo de promover a cultura popular e o resgate da ancestralidade, acontece, no dia 18 (segunda), às 15h, o espetáculo “Cultura Popular de Matriz Africana”. No evento, que contará com uma apresentação de roda de capoeira, serão graduadas mulheres, entre elas mães e jovens que fazem oficina com os mestres Risadinha e Ismael. No mesmo dia, às 18h, os alunos de ginástica da professora Tânia Lyrio promovem o “Ginástica Dance”, com uma releitura de dança, através de movimentos e elementos com ramificação da ginástica, combinados aos elementos de balé e dança teatral.

Fechando a programação do dia 18, às 19h30, duas atividades acontecem simultaneamente: um espetáculo de dança contemporânea no palco do TCS e uma exposição fotográfica, com cenas do espetáculo no foyer do teatro. Na oportunidade, os espectadores serão estimulados a ativarem memórias afetivas vividas em Camaçari e estreitar laços com a cidade ao revisitar a velha “Cidade das Águas”, de vegetação diversa, urbana, praieira, rural, além de sua gente multirracial e cultural. A professora Cláudia Guedes é a responsável pelo grupo.

Sob a regência dos professores Nino Bessa, Lucas Arão, Nilma Carvalho, Misael Nogueira e Ruan Rafael, o Núcleo de Música e Canto & Coral da Cidade do Saber apresentam no dia 19 (terça), às 18h30, o evento, com viés inclusivo, IncluShow, que traz à cena os protagonistas da Música Popular Brasileira (MPB), interpretados através de um repertório com alguns dos principais sucessos musicais, cujas composições falam de amor, união, respeito e muita arte.

Dia 20, às 20h, acontece um dos momentos mais esperados, dentro da programação da mostra de encerramento. É o Concerto Sons do Natal, apresentado pelas orquestras Caraípa e Juvenil de Camaçari (OJUC), que fecham as atividades de 2023. Por meio de um repertório composto por músicas que mesclam obras tradicionais consagradas, os músicos do Conservatório da Cidade do Saber, dirigidos pelo maestro Saulo Guilhermo e o professor Marcos Café, dão o tom natalino no TCS.

Mais Notícias

Obras de requalificação e urbanização em Guarajuba prosseguem

Obras de requalificação e urbanização em Guarajuba prosseguem

Pagamento do IPTU 2024 com desconto de 10% segue até 11 de março

Pagamento do IPTU 2024 com desconto de 10% segue até 11 de março

Camaçari vai sediar XVIII Seminário da ACTEBA

Camaçari vai sediar XVIII Seminário da ACTEBA

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us