Mensagem de posse do prefeito Luiz Caetano

Iwwa Agência
Publicado 01/01/2009 01:01:54

1º DE JANEIRO DE 2009

Senhora presidente da Câmara Municipal de Camaçari, vereadora Luiza Maia, senhora vice-prefeita de Camaçari, doutora Tereza Giffoni, senhoras e senhores vereadores, minhas amigas e meus amigos de Camaçari e de outros municípios que nos dão o prazer de estar conosco nesta data tão relevante, uma boa tarde para todos.

Para mim, é uma honra estar hoje aqui nesta Casa, onde comecei a minha vida pública 26 anos atrás, ao me eleger vereador em 1982, e que a tenho em minhas memórias como palco de inesquecíveis e enriquecedores embates políticos.

Aqui, meus amigos e minhas amigas, eu comecei a entender o que significa a vida pública e passei a compreender a expressão Legislativo. Aqui, reafirmei os meus princípios de liberdade, coloquei à prova as minhas noções de ética e os meus ideais de justiça. Aqui foi onde, efetivamente, me formei como ser social e político.

Esta Casa foi a minha primeira e uma das principais escolas para a vida pública, e teve papel fundamental na construção da personalidade política do cidadão Luiz Caetano e da minha formação como gestor da chamada coisa pública. Faço essa observação porque, como municipalista que sou, e vou falar sobre esse tema mais adiante, não poderia deixar de registrar o quanto a Câmara Municipal de Camaçari marcou a minha vida.

E a minha satisfação é ainda maior porque volto a esta Casa para ser empossado pela terceira vez como prefeito de Camaçari, justamente no Dia da Confraternização Universal. Este momento solene que estamos vivendo agora, minhas amigas e meus amigos, é a oportunidade de, juntos, governo e sociedade, se confraternizarem e reafirmarem compromissos. Confesso que estou muito emocionado.

Não vou falar hoje sobre o que foi feito no governo concluído ontem, porque as realizações estão aí e tanto a população as percebeu que nos reelegeu com mais de 72% dos votos. Prefiro centrar a minha fala no que pretendemos e podemos fazer nos próximos quatro anos, a fim de tornar este Município um lugar cada vez melhor para viver, morar, trabalhar e se divertir.
Digo também se divertir, porque continuaremos investindo alto no turismo, não apenas para mostrar ao Brasil e ao mundo que Camaçari, além da pujança econômica, industrial e comercial é também um atraente destino turístico, com 42 quilômetros de lindas praias, mas acima de tudo como instrumento alavancador da economia, gerador de emprego e renda.

Quem tem circulado pelo Município nos últimos dias deve ter notado alguns out doors com a frase: Começa agora um novo tempo de desenvolvimento. Alguns aqui devem estar se perguntando: mas como falar em desenvolvimento diante de uma conjuntura internacional marcada por uma grave crise financeira, em um cenário de incertezas e dúvidas no Brasil e demais países?

Realmente, o momento é difícil. Camaçari não tem receita pronta para superar a crise, mas tem a convicção de que para continuar crescendo são necessários requisitos essenciais que, podem nos cobrar, serão levados a sério na administração que está começando: trabalho duro, inovação, criatividade, empreendedorismo e ousadia. Esse, sem dúvida alguma, é o caminho para quem não quer ficar para trás, para quem não quer perder o bonde da história.

Camaçari completou um ciclo de crescimento ontem. O Município passou a andar com as próprias pernas, começou a despertar o interesse de investidores nacionais e internacionais devido a boa infra-estrutura que dispõe, descobriu o caminho do crescimento com justiça social, a auto-estima da população cresceu, o povo voltou a ter confiança no governo, portanto chegou o momento de dar um salto ainda maior. Alcançar um patamar mais elevado. Camaçari está pronta para atingir um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) ao nível dos melhores municípios brasileiros. O terreno para isso está pavimentado, agora é só acelerar a máquina.

E a máquina de que falo, meus senhores e minhas senhoras, não é simplesmente o conjunto de organismos que compõem a Prefeitura. É muito mais do que isso. A máquina da qual me refiro inclui, evidentemente, o aparelho estatal, mas também insere a equipe de governo, que vai ter de ser muito mais ágil e eficiente, e ainda o conjunto da sociedade, pois o apoio e a participação popular são indispensáveis para o sucesso da administração pública.

Os analistas políticos e os estudiosos do instituto da reeleição costumam dizer que o segundo governo é sempre mais difícil e tende a apresentar um desempenho inferior ao primeiro. Afirmam ainda que muitas vezes termina até em fracasso, de forma dramática, como ocorreu com o segundo mandato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Pois bem, independentemente das argumentações acadêmicas sobre a matéria, eu digo que Camaçari aceita o desafio. Difícil eu não posso contestar, pois governar é sempre difícil, mas garanto a vocês que este segundo governo que começa hoje, oficialmente agora, será bem melhor do que o concluído ontem. Esse é o maior compromisso que assumo publicamente com a sociedade de Camaçari nesta solenidade de posse.

O governo que estamos iniciando, terá uma gestão inovadora, criativa, será um governo de resultados, de eficiência, com rápidas respostas às necessidades da população. Vamos administrar ouvindo a população, atendendo as questões mais cruciais do nosso povo, dando atenção especial aos mais humildes e priorizando os interesses coletivos da nossa sociedade.

E não pode ser diferente, pois acumulamos experiência, evoluímos econômica, administrativa e politicamente, portanto temos a obrigação de avançar, de fazer um governo bem melhor.

Estamos iniciando hoje o governo que vai dar um pulo significativo no desenvolvimento sustentável de Camaçari. Segundo o dicionário, sustentabilidade quer dizer sustentar por baixo. Pois é justamente isso que fizemos nos quatro anos de governo encerrado ontem, e que vamos aperfeiçoar nos próximos quatro anos. Evoluir na construção do alicerce que permita a Camaçari crescer de forma sustentada, com igualdade de oportunidade para todas as forças econômicas, sociais e políticas do Município, com respeito ao meio ambiente e priorizando sempre o compromisso maior deste governo que é a redução das desigualdades e a inclusão social.

Senhoras e senhores vereadores, minhas amigas e meus amigos, estamos nesta confraternização solene de hoje, dando partida ao governo que vai concretizar as políticas estruturantes, capazes de preparar o Município para crescer no ritmo acelerado imposto pelos avanços tecnológicos do Século XXI, na era da telemática, que é a junção da telecomunicação com a informática. Estamos tornando realidade um antigo sonho da população e que, vale ressaltar, poucos municípios do Brasil, principalmente do interior dispõem, que é a rede de esgoto, na sede e na orla. Os serviços serão concluídos antes do prazo previsto.

Inclusive, aproveito a oportunidade para pedir a paciência da população. Sei que muitas ruas, na sede e na orla, estão esburacadas, o trabalho gera inconvenientes, mas não dá para fazer omelete sem quebrar os ovos. Posso assegurar que todas as ruas serão devidamente recuperadas. Os transtornos de hoje são a garantia do bem-estar e da tranqüilidade de amanhã.

Para que vocês tenham uma idéia da importância da rede de esgoto, devo dizer que a falta de um sistema de esgotamento sanitário foi decisivo para o Ministério da Saúde incluir Camaçari entre as três cidades brasileiras com risco de uma epidemia de dengue, apesar de o Município apresentar poucos casos e não ter registrado nenhuma morte por causa da doença desde 2005, quando assumimos o governo.

Taí uma obra da qual tanto me orgulho. Fico muito feliz em saber que entrarei para a História de Camaçari como o prefeito que fez a rede de esgoto do Município.

Mas, isso é só o começo para os próximos quatro anos. Repito, em Camaçari, começa agora um novo tempo de desenvolvimento. Na orla, vamos fazer uma verdadeira revolução. Além de consolidar a requalificação urbanística iniciada no governo passado, estão confirmadas a implantação do autódromo na contra costa de Barra do Jacuípe e a construção de um resort com 1,4 mil apartamentos de bandeira do grupo espanhol Meliá nas imediações de Guarajuba.

Para a orla está previsto ainda o projeto Quintas de Arembepe, já aprovado pela Prefeitura e em fase de licenciamento no CRA, dotado de equipamentos como hotéis, hospital, faculdade, campo de golfe, área residencial, shopping center e Centro de Convenções.

Esses novos empreendimentos que serão executados na orla, juntamente com o projeto Bairro Novo, na sede, vão criar um novo vetor de expansão da nossa cidade, efetivando a tão sonhada conexão entre a sede e a orla marítima do Município.

São obras que vão dar um novo ritmo no desenvolvimento da orla marítima, por se tratarem de empreendimentos que geram emprego, renda e oferecem novas oportunidades de qualificação da mão-de-obra local. No autódromo, inclusive, será agregado um espaço para mega shows que não existe na Bahia. Por aí dá para se ter uma pequena noção do quanto esses empreendimentos vão incrementar a economia de Camaçari e de toda a Região Metropolitana. Isso tudo, é claro, sem falar na promoção do nosso maior produto turístico que é o Caminho dos Sete Paraísos.

Este também, senhoras e senhores vereadores, será o governo que vai sacramentar Camaçari como o principal pólo esportivo do Norte e Nordeste do Brasil, com a construção da Vila Olímpica. O projeto é transformar o Município em um centro de produção de atletas e equipes de alto nível, em condições de disputar títulos nacionais e internacionais nas mais variadas modalidades esportivas.

E para amparar esse projeto e criar as condições de formação de novos atletas, vamos construir seis ginásios de esporte nas localidades da orla marítima.

Vamos também ampliar a rede de assistência social, como forma de melhor distribuir a riqueza e superar a pobreza. Hoje, Camaçari já é referência na Bahia no atendimento ao idoso. E a nossa querida Cidade do Saber, hoje conhecida internacionalmente, orgulho da nossa gente, é mais um instrumentos que temos para promover a inclusão social.

A educação dará um expressivo salto de qualidade. Fizemos o dever de casa nos quatro anos encerrados ontem, e agora partiremos para a chamada Escola Viva, em que o aluno sinta prazer, goste de ir para a aula e concretamente aprenda o que lhe é ensinado. Aprenda a ler e a escrever com satisfação, consolidando uma profunda transformação pedagógica.

A saúde é outro setor que vai continuar merecendo um tratamento todo especial da administração municipal, com a adoção de novos modelos que garantam atendimento rápido e de qualidade. Podem confiar, vamos evoluir em todos os setores do governo.

Com o apoio do governador Jaques Wagner e do secretário de Segurança Pública, César Nunes, temos dado passos importante na direção de tornar Camaçari uma cidade mais segura, onde o cidadão se sinta protegido. E vamos fazer muito mais nessa área, deflagaremos uma verdadeira cruzada em Camaçari contra a criminalidade, a violência e, principalmente contra o tráfico de drogas. Para isso contaremos com o apoio de todas as instituições da sociedade.

Acreditem, não estou aqui fazendo promessas. O que citei são projetos que estão em andamento e se tornarão realidade neste governo que se inicia. Outra meta é a retirada da linha do trem do Centro da cidade, uma aspiração antiga da população de Camaçari.

É assim, senhoras e sonhores vereadores, que vamos consolidar o desenvolvimento sustentável em Camaçari. Unindo todas as forças, consolidando o nosso comércio como referência na região Metropolitana, desenvolvendo a micro e pequena empresa, trazendo a Cidade técnico Universitária, construindo no Centro da cidade um shopping a céu aberto, desobstruindo as vias de tráfego do Cento da cidade, com a construção de estacionamentos na zona central da sede, capacitando e qualificando cada vez mais a nossa gente e linkando o nosso desenvolvimento com o macro desenvolvimento do Estado, do Brasil e do mundo.

Quatro anos atrás, quando assumi o governo, a auto-estima da população estava lá embaixo. Agora, pesquisa saída do forno recentemente mostra que mais de 70% da população estão satisfeitos em morar em Camaçari e apenas 4% demonstraram insatisfação.

Isso é a prova concreta de que estamos no rumo do desenvolvimento. E com o apoio do presidente Lula, do governador Jaques Wagner, dos deputados, da vice-prefeita Tereza Giffoni, dos vereadores desta Casa, do PT, dos partidos coligados e do povo desta minha querida cidade, vamos, com fé em Deus, fazer a melhor e mais significativa gestão da história de Camaçari.

Que Deus abençoe a nossa cidade e o nosso povo.

Um forte abraço a todos.

Camaçari, 01 de janeiro de 2009

Luiz Carlos Caetano
Prefeito Municipal

Foto: Carol Garcia

Prefeito lembra que começou vida pública na Câmara -

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 17 de setembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 17 de setembro de 2021

Defesa Civil interdita imóvel por ameaça de desabamento

Defesa Civil interdita imóvel por ameaça de desabamento

Projeto

Projeto "Das Telas às Imagens" promove exposição itinerante

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.