Memorial destaca luta contra homofobia

Iwwa Agência
Publicado 05/07/2012 05:07:15

Durante a cerimônia de inauguração do monumento em homenagem às vítimas de crimes de homofobia em Camaçari e no Brasil, o secretário municipal da Cidadania e Inclusão, Carlos Silveira, declarou que é preciso lutar contra atos violentos e inadmissíveis que ceifam as vidas das pessoas, independente da orientação sexual.

O secretário ainda afirmou que iniciativas como a criação da Coordenação de Proteção à Livre Orientação Sexual da Secin (Secretaria da Inclusão e Cidadania) é um grande avanço no combate a discriminação contra a comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais).    

O ato, promovido na tarde desta quinta-feira (5/7), pelo GGC (Grupo Gay de Camaçari), em parceria com a Secin, foi motivado pelo crime registrado na madrugada do dia 23 de junho, no qual o jovem José Leonardo Silva, 22 anos, foi brutalmente espancado e morto por um grupo de rapazes ao ser confundido com um homossexual, por caminhar em via pública abraçado com o irmão gêmeo.

“Neste caso, os agressores estão presos e devemos nos manter vigilantes para que sejam devidamente punidos”, alertou o secretário Carlos Silveira.

Para o coordenador de Proteção à Livre Orientação Sexual de Camaçari, Paulo Paixão, o enfrentamento a homofobia se dá na forma da Lei e com a mobilização social, “por isso é fundamental o envolvimento da comunidade”.

Emocionada, a presidente interina do GGC, Karina Saldanha, espera que atos como o de hoje “contribuam para a construção da conscientização da comunidade, no sentido de respeito às escolhas do próximo”.

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Defesa dos Direitos da População LGBT da Bahia, da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), a transexual Paulete Furacão, os trabalhos da administração municipal e do GGC são reconhecidos e merecem destaque.

“O Núcleo acompanha e apoia a criação de políticas públicas desenvolvidas em prol da comunidade LGBT, a exemplo do decreto de Camaçari que autoriza a inclusão e o uso do nome social de travestis e transexuais nos registros municipais”, ressaltou a coordenadora.

Estiveram presentes na cerimônia a deputada Estadual Luiza Maia (PT), o vereador Marcelino Filho (PT), o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Paulo Cezar Costa, além de representantes da sociedade civil organizada.

 

Slideshow | 3 fotos

Memorial destaca luta contra homofobia

Mais Notícias

Vacinação contra Covid segue para pessoas de 18 anos acima e segunda dose neste sábado (25)

Vacinação contra Covid segue para pessoas de 18 anos acima e segund...

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 24 de setembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 24 de setembro de 2021

Acervo de figurinos do Teatro da Cidade do Saber é disponibilizado para empréstimo

Acervo de figurinos do Teatro da Cidade do Saber é disponibilizado ...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.