Mais 450 mudas são plantadas em APP

Iwwa Agência
Publicado 10/10/2014 04:10:50

A segunda etapa da revegetação da área degradada no loteamento Marina do Rio Pojuca, mas precisamente às margens do rio, na localidade de Barra do Pojuca, aconteceu na manhã desta sexta-feira (10/10). A ação ambiental contou com a presença e participação ativa do prefeito Ademar Delgado.

Orgulhoso em participar da revegetação do local, que abrange uma APP (Áreas de Proteção Permanente), o gestor municipal plantou algumas espécies de plantas, incluindo a camaçari, árvore que dá nome ao Município.

No início de setembro aconteceu uma ocupação irregular no local que colocou em risco a manutenção de biomas como a nascente do rio Pojuca e os morros situados na área. “A ação da Prefeitura na retirada dos ocupantes e das moradias que estavam instaladas no local foi rápida. No que tange à revegetação da área, será da mesma forma e acontecerá em parceria com secretarias, órgãos públicos e a comunidade”, destacou o prefeito, ao observar que a desocupação foi feita em atenção a ação civil pública ambiental da 1ª Vara da Fazenda Pública.

Para o plantio foram usadas 450 mudas de plantas frutíferas como mangueira e ingá, além de especieis nativas da Mata Atlântica, a exemplo de sucupira, pau-pombo, umbaúba, ipê amarela, candeia, sibipiruna, amescla e camaçari.

No local já então em fase de cultivo mais 200 mudas, que foram plantadas na primeira etapa da revegetação, ocorrida em setembro. Somadas às desta sexta, chega a 650 mudas plantadas na área. A maioria foi produzida no Horto Florestal de Camaçari. Outra parte é oriunda das medidas compensatórias das licenças emitidas pela CMA (Coordenadoria de Meio Ambiente) ou doadas pela população.

 AÇÃO AMBIENTAL

Lideradas pelas secretarias de Governo (Segov) e do Desenvolvimento Urbano (Sedur), por meio da CMA, a iniciativa tem por objetivo sensibilizar estudantes e a comunidade local sobre a importância de preservar a APP.

A ação ambiental desta sexta (10/10) compreendeu uma área de mais de 3.500 metros quadrados. Sendo que a área total afetada compreende cerca de 10 hectares, o equivalente a 100 mil metros quadrados. De acordo com a coordenadora de Meio Ambiente da Sedur, Marinalva Cruz, a iniciativa marca ainda o início do PRAD (Plano de Recuperação de Área Degradada), que deve contar ainda com a criação de um decreto que tornará a área desocupada em uma unidade de conservação ambiental.

A revegetação do local é uma ação coletiva que reuniu representantes de diversas secretarias e órgãos municipais, da Associação de Marisqueira de Barra do Pojuca, atiradores do Tiro de Guerra, representantes de projetos ambientais, além de moradores e comerciantes locais.

Com essa perspectiva de despertar e sensibilizar nos jovens a preservação do meio ambiente, a ação contou ainda com a participação de 250 alunos, com idade entre seis e 13 anos, estudantes de quatro escolas da rede pública da região. Focados na responsabilidade ambiental, que deve surgir desde cedo, eles cantaram para os presentes a canção “Depende de nós”, de autoria de Ivan Lins. 

PRESENÇAS

Ainda estiveram presentes os vereadores Gilvan Souza (PT), Wilton de Ferrinho (SDD) e Bispo Jair (PRB), o subtenente do Tiro de Guerra de Camaçari, Hélio Miranda, a presidente da Associação de Marisqueiras de Barra do Pojuca, Noêmia Pereira, o idealizador do Projeto Manguezal, Werther Farias, além do representante da Promotoria do Meio Ambiente do Ministério Público da Bahia, Manoel Alves de Jesus.

Slideshow | 7 fotos

Mais 450 mudas são plantadas em APP

Mais Notícias

Prefeito vistoria iluminação do novo Horto Florestal

Prefeito vistoria iluminação do novo Horto Florestal

População de 12 anos acima é convocada para vacinação contra Covid

População de 12 anos acima é convocada para vacinação contra Covid

Pré-conferência de Saúde da costa de Camaçari elege delegados e propostas

Pré-conferência de Saúde da costa de Camaçari elege delegados e pro...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.