Localidade era uma vila de pescadores

Iwwa Agência
Publicado 26/08/2016 10:08:53

Jauá, o nome faz menção a uma espécie de papagaio típica do litoral da Bahia e também chamada de Acumatanga ou Camutanga. Ricas em belezas naturais, formadas por dunas e lagoa, Jauá foi originalmente uma vila de pescadores e, pela proximidade com a capital baiana, foi uma das primeiras a atrair veranistas na região e se tornou a praia mais frequentada da cidade. A história foi contada pela dona de casa Marivone de Souza, 44 anos, que participou do projeto Círculo de História.

De acordo com Marivone de Souza, ainda é possível se reportar aos tempos do vilarejo ao observar da praia, em determinados horários do dia, a chegada de barcos carregados de peixes, uma vez que a pesca ainda é forte na região.

A história da localidade foi contada na tarde de quinta-feira (25/08) para aproximadamente 100 alunos do 6º, 7º e 8º ano do Centro Educacional Tancredo Neves, em Jauá.

Nascida e criada em Jauá, a professora Mônica Bispo, 44 anos, disse que sente orgulhosa em fazer parte da história de um local tão bonito como Jauá. Além de professora, Mônica já estudou e foi diretora da Escola Tancredo Neves. Ela destacou ainda o quanto o local cresceu e hoje é uma das praias mais visitadas pela população do Município. “É uma alegria ver o crescimento de Jauá”, destacou.

A estudante do 6º ano, Ester de Jesus, 11 anos, participou do projeto Círculo de História, e achou a iniciativa interessante por contar a história do Município. “Conhecia a história de Jauá pelos meus avós ter me contado, mas é sempre interessante estarmos bem informados quanto ao local em que moramos”. Ela disse ainda que o que mais a encanta na localidade é a paisagem da praia quando a maré está baixa e possibilita vê os arrecifes e piscinas naturais.

O projeto Círculo de História tem a finalidade de contar um pouco mais sobre a origem e características dos bairros ou localidades a partir das experiências dos moradores mais antigos. Todos os depoimentos estão sendo filmados para um documentário que será exibido em setembro no Teatro Cidade do Saber, durante evento em comemoração ao aniversário de Camaçari. O projeto é umas das dimensões do programa Círculos dos Saberes.

A iniciativa é realizada por meio da parceria entre a Seduc (Secretaria de Educação) e a Secult (Secretaria da Cultura).

Slideshow | 5 fotos

Localidade era uma vila de pescadores

Mais Notícias

Agenda Cultural integra artes visuais, oficinas, dança, música e culinária

Agenda Cultural integra artes visuais, oficinas, dança, música e cu...

Novo banco fará pagamento dos servidores municipais

Novo banco fará pagamento dos servidores municipais

Gestão previdenciária do ISSM é reconhecida com dois prêmios nacionais

Gestão previdenciária do ISSM é reconhecida com dois prêmios nacionais

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.