Limpec quer reduzir e reciclar o lixo

Iwwa Agência
Publicado 29/01/2010 11:01:12

O tratamento dos resíduos sólidos de Camaçari está em discussão e deve passar por mudanças em breve. A Empresa de Limpeza Pública (Limpec) quer firmar uma Parceria Público Privada (PPP) para garantir novas tecnologias de tratamento e destinação final do lixo.

A proposta é colocar em prática o Projeto Usina de Resíduos. “A iniciativa demanda capital e tecnologia, por isso estamos investindo na PPP. É necessário reduzir a produção de lixo, reutilizar os produtos e reciclar. O foco principal do projeto é que a empresa parceira colabore com produção de energia, já que a cidade possui muitas indústrias”, diz Domingos Barbosa, diretor-presidente da Limpec.

Ele ainda informa que o projeto representa um grande avanço para Camaçari, uma das primeiras cidades do Brasil a ter uma usina capaz de transformar resíduo em energia. “Cada R$ 1,00 investido em limpeza pública reduz em R$ 4,00 os gastos com saúde”.

Há 31 anos, o destino final dos resíduos sólidos de Camaçari é o aterro sanitário, que fica a três quilômetros da Cetrel (Central de Efluentes Líquidos do Pólo Petroquímico de Camaçari) e próximo a Continental Pneus. “O sistema de coleta é seguro, mas precisamos buscar novos recursos”, diz Domingos Barbosa, informando que Camaçari produz 240 toneladas de lixo por dia.

CAMPANHA
Nos próximos dias, quando finalizar o cronograma de atendimento, a Limpec inicia uma campanha de visita à Central de Logística Ambiental. O local ocupa uma área de 450 mil metros quadrados e abriga o aterro sanitário, incinerador, balanças e área de estocagem de pneus.

Futuramente, a central vai ter unidades de compostagem e estocagem de lâmpadas fluorescentes, mais área para estocagem de resíduo de amianto. Domingos Barbosa também anunciou como prioridades para 2010 a ampliação do aterro, implantação do sistema de irrigação da área, depósito de pneus inservíveis, unidades de recuperação de entulho e de recuperação de óleos, aquisição de máquinas e equipamento, além do funcionamento do projeto de reaproveitamento do coco.

Foto:

Camaçari produz, diariamente, 240 toneladas de lixo -

Mais Notícias

Drilha Junina promete muita animação na 1ª edição

Drilha Junina promete muita animação na 1ª edição

Vila da Cultura atrai centenas de pessoas e valoriza tradição junina

Vila da Cultura atrai centenas de pessoas e valoriza tradição junina

Festas juninas de Camaçari movimentam a economia e o turismo

Festas juninas de Camaçari movimentam a economia e o turismo

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us