Imóveis em trechos de risco são demolidos no Jardim Brasília

ASCOM
Publicado 11/05/2022 02:05:48

Uma ação operacional em trechos considerados de risco foi realizada no Jardim Brasília na manhã desta quarta-feira (11/5), por meio de uma equipe da força-tarefa mediada pela Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil de Camaçari (Compdec), órgão vinculado à Secretaria dos Serviços Públicos (Sesp), que reúne o corpo técnico de diversas pastas da gestão. O trabalho faz parte dos esforços da administração para garantir a proteção à vida e o bem-estar da sociedade, principalmente daqueles que residem nesta comunidade. 

A ação é realizada também em virtude das últimas chuvas ocorridas na madrugada do dia 21 abril, que ocasionou em uma série de alagamentos, deslizamentos de terra e erosões, que dificultaram o livre escoamento das águas do Rio Camaçari. Desta forma, torna-se necessário a desocupação desses espaços para evitar que a população venha a sofrer novos transtornos e até mesmo provocar acidentes fatais.

Durante o processo de vistoria efetuada pelo órgão, foram detectados imóveis que apresentam riscos de desabamento, pois se encontram com rachaduras e boa parte deles construídos de forma irregular, próximos da beira do rio. O trabalho de hoje aconteceu na Rua da Cotovia, conhecida como Rua da Ciclovia, com a demolição de alguns imóveis e recolhimento do material. A prefeitura vai seguir com a ação até completar a remoção de todos os imóveis que apresentem risco de colapsar, que estejam impedindo o fluxo da água, e que durante o período chuvoso também tem afetado as casas e moradores que residem no entorno do Jardim Brasília.

Na ocasião, o coordenador da Defesa Civil, Ivanaldo Soares, explicou como funcionou a operação. “Essa é uma ação do governo. A Defesa Civil detectou risco iminente de desabamentos devido às fortes chuvas que vêm acontecendo todos os anos. Essa última, do dia 21 de abril, foi atípica, com mais de 200 milímetros de água, por isso assoreou e abriram várias erosões. Tem casas que estão ‘flutuando’. Estamos aqui para desocupar esses imóveis e demolir para que não aconteça um mal maior”, informou.

O trabalho contou com a participação do efetivo das secretarias da Infraestrutura (Seinfra); do Governo (Segov); do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur); Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedes); da Habitação (Sehab) e da Superintendência do Trânsito e Transporte Público (STT), que deram suporte ao trabalho realizado na comunidade.

Ainda segundo o gestor da Compdec, a população pode ficar tranquila. “Ninguém vai ficar desamparado. A ordem é colocar as pessoas em algum local e esse ponto será escolhido pela Sedes, mas todos estarão amparados. A prefeitura jamais vai deixar que um morador fique desassistido. A ação tem o intuito de resguardar vidas”, pontuou Ivanaldo.

Mais Notícias

Último dia do Arraial da Praça Abrantes promove diversão e movimenta comércio local

Último dia do Arraial da Praça Abrantes promove diversão e moviment...

Vacinação contra Covid continua nesta segunda (4)

Vacinação contra Covid continua nesta segunda (4)

Inclusão marca 32ª Corrida 2 de Julho em Camaçari

Inclusão marca 32ª Corrida 2 de Julho em Camaçari

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us