Frei Betto faz palestra na Cidade do Saber

Iwwa Agência
Publicado 30/10/2008 08:10:26

O frade dominicano e escritor Carlos Alberto Libânio Christo, conhecido como Frei Betto, chega à Camaçari na próxima sexta-feira (07/11), quando participa do seminário Políticas Públicas, Caminhos para a Cidadania, a ser realizado no teatro da Cidade do Saber Professor Raymundo Pinheiro, a partir das 9h.

O seminário marca o encerramento das atividades do Projeto Avançar em 2008. O programa visa a qualificação dos servidores públicos das secretarias Administração, Saúde e Educação de forma a contribuir para uma gestão mais eficiente.

Nesta etapa, a participação no evento será restrita aos profissionais da Educação. No mês passado, os funcionários da Saúde foram contemplados com a palestra de Leonardo Boff, um dos mais influentes filósofos da atualidade e um dos mais famosos teólogos do Brasil.

Também participam do seminário de Políticas Públicas, Caminhos para a Cidadania o doutor e filósofo Jader Souza, a professora e doutora em educação pela UFBA, Eni Bastos, o secretário da Educação (Seduc) de Camaçari, Luiz Valter Lima, e o secretário da Educação do Estado, Adeum Sauer.

Durante o seminário haverá a venda de livros de Frei Betto e Jader Souza, que farão sessão de autógrafos no decorrer do evento.

FREI BETTO
Natural de Belo Horizonte (MG), Frei Betto, 64 anos, estudou jornalismo, antropologia, filosofia e teologia. Frade dominicano e escritor, é autor de 44 livros, com obras editadas em vários países.

O livro de memórias Batismo de sangue e a obra coletiva Mysterium Creationes – Um olhar interdisciplinar sobre o Universo, renderam a ele o prêmio Jabuti, concedido pela Câmara Brasileira do Livro em 1985 e 2000, respectivamente.

Adepto da Teologia da Libertação, é militante de movimentos pastorais e sociais, tendo ocupado a função de assessor especial do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entre 2003 e 2004, e coordenado o trabalho de mobilização social do programa Fome Zero.

Frei Betto recebeu ainda vários prêmios pela atuação em prol dos direitos humanos e a favor dos movimentos populares, a exemplo do prêmio de Direitos Humanos da Fundação Bruno Kreisky, recebido em 1987, em Viena.

Na Itália, foi a primeira personalidade brasileira a receber o prêmio Paolo E. Borsellino pelo trabalho em prol dos direitos humanos, concedido em maio de 1998, ano em que também recebeu a Medalha Chico Mendes de Resistência, concedida pelo Grupo Tortura Nunca Mais do Rio de Janeiro.

Durante a ditadura militar no Brasil, o filósofo foi preso por duas vezes em 1964, durante 15 dias; e entre 1969-1973. A experiência que teve na prisão está relatada no livro Batismo de Sangue, traduzido na França e na Itália.

Foto:

Frei Betto é autor de 44 livros e centenas de artigos -

Mais Notícias

Elinaldo entrega Praça e Campo para moradores do Bosque do Guaraípe em Barra do Jacuípe

Elinaldo entrega Praça e Campo para moradores do Bosque do Guaraípe...

Período de rematrícula em equipamentos da Secult acontece em janeiro

Período de rematrícula em equipamentos da Secult acontece em janeiro

Há uma década instalado em Camaçari, 10º GBM e Prefeitura mantêm importante parceria

Há uma década instalado em Camaçari, 10º GBM e Prefeitura mantêm im...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us