Fiéis homenageiam padroeiro

Iwwa Agência
Publicado 07/01/2014 09:01:34

A última noite da novena em homenagem a São Thomaz de Cantuária, realizada na segunda-feira (06/01), na catedral que leva o nome do padroeiro de Camaçari, contou com a presença do prefeito Ademar Delgado.

“Essa celebração serviu para dar energia positiva e iluminar os caminhos, para que eu possa continuar a cuidar do povo de Camaçari. Eu me senti fortalecido para prosseguir meu trabalho e realizar ainda mais em 2014, com a interseção de São Thomaz”, declarou o prefeito.

O padre Valmir Miranda, pároco da Catedral São Thomaz de Cantuária, convocou os católicos e demais religiosos do Município “a abraçarem Camaçari”. “Devemos ser a luz para a vida em sociedade, nós estamos em uma cidade que cresce de forma estarrecedora e está sempre em desenvolvimento, devemos cuidá-la, precisamos abraçar essa nossa Cantuária”, declarou o líder religioso, ao fazer alusão à cidade europeia onde viveu o santo que protege e intercede por Camaçari, segundo a crença Católica.

O padre lembrou aos fiéis que nesta terça-feira (07/01), às 16h, no bairro Gleba A, sai a procissão em homenagem a São Thomaz de Cantuária com destino à catedral, onde será realizada uma missa para celebrar o padroeiro.

FIÉIS

A professora Conceição Carneiro, de 52 anos, moradora Gleba C, frequenta a Paróquia Santa Luzia, no bairro onde reside, mas hoje teve um compromisso especial. Participou da novena do padroeiro do Município. Ela explica porque este santo europeu da idade média (1118-1170) é o protetor de Camaçari.

“São Thomaz de Cantuária virou padroeiro do Município, porque o desembargador Montenegro, que fundou a vila que deu origem ao Município, trouxe uma imagem da Inglaterra a família dele tinha uma capela, onde a população foi venerando o santo”, explicou Conceição Carneiro. “São Thomaz foi um homem que morreu por amor a Jesus”, definiu a fiel.

“São Thomaz de Cantuária era um Arcebispo da Inglaterra”. Quando questionado sobre o padroeiro de Camaçari, o pequeno Guilherme Ribeiro, de 9 anos, assim o definiu. O santo, na verdade, se chamava Thomas Becket, e foi chanceler e membro de uma família de classe média alta de Londres e dedicou a vida à Igreja Católica. Ele morreu por não se submeter ao rei Henrique II, o mesmo que o tornou Arcebispo da cidade Cantuária.

Guilherme é coroinha e faz parte de um dos grupos homenageados na noite pela Diocese. Receberam homenagens também as Pastorais do Batismo, Catequética, as Sociais (Afro, da Criança, Saúde, Carcerária), a Colônia Penal de Simões Filho e os profissionais da saúde.

“É a festa mais importante de nossa igreja, é a festa do padroeiro e é um prazer e uma sensação de reconhecimento muito grande ter sido homenageado esta noite”, declarou o líder da Pastoral Afro Diocesana São Thomaz de Cantuária, Nino Borges.

Slideshow | 9 fotos

Fiéis homenageiam padroeiro

Mais Notícias

Vacinação contra Covid segue nesta segunda (27) e aprazados da 2ª dose para a terça (28/9) devem antecipar a vacina

Vacinação contra Covid segue nesta segunda (27) e aprazados da 2ª d...

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 26 de setembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 26 de setembro de 2021

Camaçarienses que inspiram: Edicleia Pereira Dias

Camaçarienses que inspiram: Edicleia Pereira Dias

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.