Fiéis homenageiam padroeiro

Iwwa Agência
Publicado 07/01/2014 09:01:34

A última noite da novena em homenagem a São Thomaz de Cantuária, realizada na segunda-feira (06/01), na catedral que leva o nome do padroeiro de Camaçari, contou com a presença do prefeito Ademar Delgado.

“Essa celebração serviu para dar energia positiva e iluminar os caminhos, para que eu possa continuar a cuidar do povo de Camaçari. Eu me senti fortalecido para prosseguir meu trabalho e realizar ainda mais em 2014, com a interseção de São Thomaz”, declarou o prefeito.

O padre Valmir Miranda, pároco da Catedral São Thomaz de Cantuária, convocou os católicos e demais religiosos do Município “a abraçarem Camaçari”. “Devemos ser a luz para a vida em sociedade, nós estamos em uma cidade que cresce de forma estarrecedora e está sempre em desenvolvimento, devemos cuidá-la, precisamos abraçar essa nossa Cantuária”, declarou o líder religioso, ao fazer alusão à cidade europeia onde viveu o santo que protege e intercede por Camaçari, segundo a crença Católica.

O padre lembrou aos fiéis que nesta terça-feira (07/01), às 16h, no bairro Gleba A, sai a procissão em homenagem a São Thomaz de Cantuária com destino à catedral, onde será realizada uma missa para celebrar o padroeiro.

FIÉIS

A professora Conceição Carneiro, de 52 anos, moradora Gleba C, frequenta a Paróquia Santa Luzia, no bairro onde reside, mas hoje teve um compromisso especial. Participou da novena do padroeiro do Município. Ela explica porque este santo europeu da idade média (1118-1170) é o protetor de Camaçari.

“São Thomaz de Cantuária virou padroeiro do Município, porque o desembargador Montenegro, que fundou a vila que deu origem ao Município, trouxe uma imagem da Inglaterra a família dele tinha uma capela, onde a população foi venerando o santo”, explicou Conceição Carneiro. “São Thomaz foi um homem que morreu por amor a Jesus”, definiu a fiel.

“São Thomaz de Cantuária era um Arcebispo da Inglaterra”. Quando questionado sobre o padroeiro de Camaçari, o pequeno Guilherme Ribeiro, de 9 anos, assim o definiu. O santo, na verdade, se chamava Thomas Becket, e foi chanceler e membro de uma família de classe média alta de Londres e dedicou a vida à Igreja Católica. Ele morreu por não se submeter ao rei Henrique II, o mesmo que o tornou Arcebispo da cidade Cantuária.

Guilherme é coroinha e faz parte de um dos grupos homenageados na noite pela Diocese. Receberam homenagens também as Pastorais do Batismo, Catequética, as Sociais (Afro, da Criança, Saúde, Carcerária), a Colônia Penal de Simões Filho e os profissionais da saúde.

“É a festa mais importante de nossa igreja, é a festa do padroeiro e é um prazer e uma sensação de reconhecimento muito grande ter sido homenageado esta noite”, declarou o líder da Pastoral Afro Diocesana São Thomaz de Cantuária, Nino Borges.

Slideshow | 9 fotos

Fiéis homenageiam padroeiro

Mais Notícias

Moradores do Condomínio Sabiás concluem curso de elétrica nesta quinta (20)

Moradores do Condomínio Sabiás concluem curso de elétrica nesta qui...

90 gestores participam de formação de utilização do Google Workspace

90 gestores participam de formação de utilização do Google Workspace

Com e-SUS indisponível Boletim Epidemiológico desta quinta (20) não será divulgado

Com e-SUS indisponível Boletim Epidemiológico desta quinta (20) não...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.