Especialistas debatem doença falciforme em Camaçari

Iwwa Agência
Publicado 05/06/2009 01:06:31

O teatro da Cidade do Saber Professor Raymundo Pinheiro recebe especialistas de todo o país para o 1º Encontro Nacional da Doença Falciforme na Atenção Básica.

O encontro termina neste sábado (06/06), com a visita de técnicos ao Cuidar (Centro de Unidades de Apoio e Referência em Saúde).

O prefeito Luiz Carlos Caetano, durante a abertura do evento, agradeceu ao Ministério da Saúde a escolha de Camaçari para sediar o evento. Ele falou da preocupação da administração municipal com os portadores da doença e citou a criação da Unifal (Unidade de Apoio às Pessoas com Doença Falciforme), a primeira do gênero no Estado.

Em quatro meses de funcionamento, a Unifal atendeu mais de 300 pacientes.

No Município, a cada 17 pessoas, uma é portadora de doença falciforme. A secretária da Saúde de Camaçari, Efigênia Cardoso, disse que a Prefeitura desenvolve políticas de inclusão social dos portadores da doença.

De acordo com o presidente da Associação Camaçariense das Pessoas com Doença Falciforme (ACPDF), Ademário Gomes, é importante a realização do evento para que as pessoas conheçam o que é a anemia falciforme. Dados da ACPDF estimam que 400 pessoas sejam portadoras de doença falciforme em Camaçari.

Joice Aragão, coordenadora da Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doença Falciforme, falou que a escolha de um município baiano para sediar o evento foi importante, pois o Estado é o que mais apresenta índices no Brasil. Em 2010, a descoberta da doença completa 100 anos.

Após a abertura, acontecem mesas de discussões até às 18h, com os temas Doença Falciforme e Linha de Cuidado em Doença Falciforme, Organização da Rede de Assistência, Apresentação de Experiências de Municípios não capitais e Desafios para a Atenção Básica.

DOENÇA FALCIFORME
Anemia falciforme é a denominação usada para caracterizar uma doença causada pela presença de hemoglobina S nas hemácias de uma pessoa. É genética, mais comum na população negra, transmitida aos filhos pelos pais através dos genes.

O diagnóstico pode ser feito no bebê logo após o nascimento, através do teste do Pezinho. Em crianças maiores e adultos são realizados outros tipos de testes para detectar a doença.

Foto:

Mais Notícias

Concessão da Rodoviária e estudo de zona azul são temas de reunião

Concessão da Rodoviária e estudo de zona azul são temas de reunião

Café Filosófico Oluwo virtual reuni profissionais de educação

Café Filosófico Oluwo virtual reuni profissionais de educação

Prefeitura decreta recesso para o funcionalismo público no fim do ano

Prefeitura decreta recesso para o funcionalismo público no fim do ano

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.