Esgotamento Sanitário na orla passa de 85%

Iwwa Agência
Publicado 23/12/2009 03:12:28

As obras de esgotamento sanitário, considerada uma das mais importantes da história de Camaçari, continuam em ritmo intenso. Na orla, onde já foi realizado mais de 85% do cronograma, o serviço deve começar a funcionar em agosto de 2010.

Monte Gordo conta com mais de 13 quilômetros de rede coletora, 18 de rede condominial e cerca de 2,7 quilômetros de linha de recalque. Guarajuba tem 14,63 quilômetros de coletora, 1,16 quilômetros de condominial e mais de 2 quilômetros de linha de recalque. Já Barra do Pojuca conta com mais de 2 quilômetros de coletora, 4,1 de condominial e cerca de 1,8, de recalque.

Em Itacimirim, a extensão de rede é superior a 14 quilômetros de coletora, 5,8 quilômetros de condominial e 2,5 quilômetros de linha de recalque. Em todas as localidades, as intervenções começaram em janeiro do ano passado.

O projeto da rede de esgoto contempla a construção de elevatórias. São três em execução e uma já pronta, em Monte Gordo, outras três em andamento, em Guarajuba, mais três elevatórias foram construídas em Barra do Pojuca e quatro concluídas em Itacimirim.

Segundo o engenheiro Enei Brito de Oliveira, responsável pela fiscalização das obras de esgotamento na orla, ainda falta a montagem do setor hidráulico das elevatórias prontas. “Foi concluída a fase estrutural, agora falta a parte de barrilete e urbanização”, explica o engenheiro.

O projeto também prevê a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), que fica em Barra do Pojuca. Dentro da estação, o dejeto é tratado primeiramente na central de recebimento, passando pelo difusor de fluxo ascendente (DAFA), caixa de areia (local de retirada da gordura), lagoa de maturação e lagoa facultativa, onde é feita decantação do líquido. Após tratamento, o produto é despejado no rio Pojuca com 97% pureza.

EXTENSÃO

Terminada esta fase, a Prefeitura pretende seguir para as localidades de Jauá, Vila de Abrantes e Arembepe. A Secretaria do Desenvolvimento Urbano (Sedur) realiza o levantamento topográfico nos locais e tenta captação de novos recursos.

A implantação do sistema de esgotamento sanitário tem duas fontes de recursos. Na orla, a verba é da Embasa e está orçada em R$ 25,5 milhões. Na sede, o montante soma R$ 64 milhões e faz parte do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), do Governo Federal. Finalizado, o projeto irá beneficiar 75% da população.

Foto: Nelinho Oliveira

O projeto prevê uma Estação de Tratamento de Esgoto -

Mais Notícias

Último dia do Arraial da Praça Abrantes promove diversão e movimenta comércio local

Último dia do Arraial da Praça Abrantes promove diversão e moviment...

Vacinação contra Covid continua nesta segunda (4)

Vacinação contra Covid continua nesta segunda (4)

Inclusão marca 32ª Corrida 2 de Julho em Camaçari

Inclusão marca 32ª Corrida 2 de Julho em Camaçari

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us