Encerrada a 2ª edição do projeto

Iwwa Agência
Publicado 23/11/2012 10:11:23

O encerramento da 2ª edição do projeto Cultura em Movimento foi uma verdadeira celebração à arte. A cerimônia foi realizada na área externa do Teatro Alberto Martins, na noite de quinta-feira (22/11), data em que é comemorado o Dia da Música e do Músico.

Os 36 grupos culturais, de dança, artes cênicas, música e artes plásticas que participaram do projeto foram homenageados com placas de menção honrosa, entregues durante os intervalos das performances teatrais e musicais.

Na avaliação do secretário da Cultura do Município, Vital Vasconcelos, este ano, a proposta foi concentrar todas as atividades do projeto em um único espaço. “A iniciativa serviu para consolidar Teatro o Alberto Martins como um dos principais espaços culturais do Município”, disse o secretário, ao acrescentar que cerca de 3.500 pessoas participaram gratuitamente das apresentações realizadas ao longo de sete semanas, “o que significa uma participação efetiva e o reconhecimento da cultura do Município pela população”, destacou.

As premiações aconteceram em blocos, divididos pelos segmentos artísticos. Uma das placas foi entregue pelo conselheiro Municipal de Cultura, Táta Ricardo Tavares, ao fundador do grupo de danças populares Alaketu, Anderson Hassys. 

“Este grupo é uma referência no que diz respeito ao resgate ancestral do povo negro e da Bahia”, destacou Táta. Também foram homenageados o cantor e compositor camaçariense, Adah Brito e o representante da Cia de Danças Populares Canjica Mole, Israel do Divino, dentre outros artistas.

Participante do projeto desde a primeira edição, a atriz Katia Letícia acredita que a iniciativa abre portas para os artistas do Município, “o que possibilita novas oportunidades e estimula novas produções”, declarou. A peça teatral Aonde vai dar esse trem, estrelado pela artista foi elaborado especialmente para o projeto Cultura em Movimento.

A noite foi reservada também à literatura, com o lançamento do livro A Janela Sul, primeira obra publicada da escritora Kalila Pinto. Moradora de Arembepe, a autora explicou que o livro traz contos baseados em fatos reais que descrevem as diversas formas de os personagens vivenciarem o sentido da vida.

Durante a confraternização, Esquerdinha mostrou muita versatilidade ao som da gaita. Com um show instrumental, o músico e banda apresentaram clássicos nacionais e internacionais. O evento contou ainda com a performance do grupo Palco Livre.

Além da população e da comunidade artística, o prefeito eleito Ademar Delgado e a vereadora e vice-prefeita eleita, Maria do Carmo, fizeram questão de prestigiar a festa e participar das homenagens.

O projeto Cultura em Movimento é uma iniciativa da Prefeitura, executada por meio da Secult (Secretaria da Cultura), com o propósito de difundir a cultura popular e os trabalhos dos artistas do Município.

 

Slideshow | 5 fotos

Encerrada a 2ª edição do projeto

Mais Notícias

Inscrições para concurso de Cartão de Natal são prorrogadas até 7/12

Inscrições para concurso de Cartão de Natal são prorrogadas até 7/12

Idosos do Conviver têm manhã com música e muita animação

Idosos do Conviver têm manhã com música e muita animação

Decreto regulamenta comercialização através de food trucks em Camaçari

Decreto regulamenta comercialização através de food trucks em Camaçari

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us