Empreendedor Individual propõe saída do mercado informal

Iwwa Agência
Publicado 18/05/2010 05:05:18

A Prefeitura de Camaçari lança o Programa Empreendedor Individual (EI) na terça-feira (25/05), às 8h30, na Casa do Trabalho. A iniciativa oferece vários benefícios para trabalhadores quem queiram sair da informalidade.

Antes de se cadastrar, no entanto, o interessado deve buscar orientações na Secretaria do Desenvolvimento Urbano (Sedur) para verificar se existe ou não restrição para exercer a atividade no local escolhido, assim como, se há outras obrigações a serem cumpridas.

Podem se cadastrar no Empreendedor Individual trabalhadores autônomos que atuam em uma das 439 categorias profissionais contempladas, desde que tenham um faturamento anual bruto de até R$ 36 mil. A estimativa é de que haja mais de 8 mil pessoas na informalidade em Camaçari.

O cadastro pode ser feito através do site www.portaldoempreendedor.gov.br ou pessoalmente, no Sebrae (Casa do Trabalho), no Centro Comercial e no Credibahia, na sede do Município. Quem se cadastra no Sebrae é automaticamente inscrito para participar do treinamento gerencial básico. Os demais devem procurar o Sebrae para se inscrever. O curso é gratuito.

Esta semana, começam a funcionar os pontos do EI na orla do Município. Eles serão instalados no Centro Educacional Barra do Pojuca, Escola Amélia Rodrigues, Escola Municipal Barra do Jacuípe, Colônia de Pesca Z-14, Centro Educacional Tancredo Neves, na Coordenação de Educação da orla, Credibahia e CDL, os dois últimos em Vila de Abrantes.

No ato do cadastramento, o empreendedor é inserido no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), inscrito na Junta Comercial do Estado e recebe o alvará provisório de funcionamento. Após o prazo de seis meses, é liberado o alvará definitivo, se o empreendedor obedecer a todos os critérios.

Dentre as vantagens de aderir ao EI está o fato de poder pegar empréstimos em banco através do sistema de micro-crédito, com juros reduzidos, emitir nota fiscal, ter o auxílio gratuito de contadores e isenção de tributos federais. Além disso, ao contribuir com a previdência social, o empreendedor passa a ter direito a todos os benefícios sociais como aposentadoria, auxílio maternidade e auxílio doença. A contribuição é de R$ 62,10 mensais para quem atua na prestação de serviços e varia de acordo com o valor do salário mínimo.

Foto: Carol Garcia

A cerimônia será realizada na Casa do Trabalho -

Mais Notícias

Secretário de Saúde se reúne com comunidade rural da Costa de Camaçari

Secretário de Saúde se reúne com comunidade rural da Costa de Camaçari

Caixa promove capacitação para servidores sobre PPPs e concessões

Caixa promove capacitação para servidores sobre PPPs e concessões

Camaçari e o potencial de desenvolvimento – a história de Danilo Pedreira

Camaçari e o potencial de desenvolvimento – a história de Danilo Pe...

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.

AFFPAY AFFPAY Signup AFFPAY Loginp AFFPAY Affiliates Terms AFFPAY Advertisers Terms AFFPAY Privacy Policy AFFPAY FAQ AFFPAY Contact us