Diretor da Microsoft elogia complexo

Iwwa Agência
Publicado 29/06/2012 04:06:54

O diretor de Soluções Educacionais da Microsoft, Mike Lloyd, elogiou a estrutura e o projeto da Cidade do Saber, principalmente pela junção de tecnologia, arte e ciência.

“Unir arte e ciência é muito inteligente. As crianças aprendem a ser criativas, a se expressar e desenvolvem habilidades necessárias para o século 21”, observou o executivo ao analisar que a iniciativa deveria ser copiada pelos municípios de todo o Estado.

O também professor, Mike Lloyd trabalha como consultor de governos e agências em todo o mundo e passa orientações de como tornar o aprendizado mais eficaz. Viajado, ele observou que só viu centros como a Cidade do Saber no Reino Unido, na Austrália e no Rio de Janeiro.

Durante uma visita à Bahia, o professor britânico soube da Cidade do Saber e se interessou em conhecer o complexo, um dos maiores de inclusão social da América Latina, que desenvolve atividades na área de educação, cultura, esporte e lazer.

“Um Centro como esse é de grande importância por permitir que as crianças se descubram, além de ser uma forma efetiva de atrair os alunos para a aprendizagem”, comentou Mike Lloyd após conhecer o espaço in loco, na manhã desta sexta-feira (29/06).

Recebido pelo secretário da Educação de Camaçari, Luiz Valter de Lima, Mike Lloyd aproveitou também para apresentar o livro Escolaridade na Velocidade do Pensamento – Um plano para a tomada de uma escolaridade eficaz, e conhecer um pouco sobre o projeto pedagógico implantado no Município.

No encontro, o secretário da educação falou dos projetos desenvolvidos em Camaçari, a exemplo da inserção de tecnologias na sala de aula, com as mesas educacionais, laboratórios de ciências, o ensino da robótica e a inclusão digital do docente, que oferta o equipamento aos profissionais de educação e os capacita para utilizar os recursos tecnológicos em sala de aula, de forma a tornar o processo de ensino mais atraente e eficaz.

Mike Lloyd, por sua vez, elogiou o trabalho desenvolvido em Camaçari, principalmente por promover um ensino baseado em projetos e usar as tecnologias atreladas a eles. Segundo o professor, só o fato de inserir a tecnologia em sala de aula aumenta o índice da capacidade de aprendizado de 5% para 20%. “O índice aumenta para 50% se adicionarmos a discussão em grupo, 80% se der a oportunidade da pessoa praticar o que aprendeu e 99% se oportunizar ao aluno que ensine a alguém”, frisou.

Para o secretário Luiz Valter de Lima, o encontro foi proveitoso, uma vez que reestimula a discussão a respeito do uso das tecnologias na educação, “além de trazer um olhar de culturas diferentes”, comentou o secretário ao observar que a inovação é sempre muito importante. “E isso não significa implantar o novo, mas inovar naquilo que fazemos”, esclareceu. 

Após a conversa, o secretário da Educação e a equipe da Cidade do Saber levaram Mike Lloyd para conhecer o complexo. Na ocasião, ele visitou o Museu Unica, o Memorial do Polo, a escola de música e o teatro. Por fim, o secretário se comprometeu a ler o livro do executivo britânico e debatê-lo com o autor em um próximo encontro, previsto para o início de agosto.

 

Slideshow | 6 fotos

Diretor da Microsoft elogia complexo

Mais Notícias

Bolsa Família Itinerante chega ao bairro Gravatá

Bolsa Família Itinerante chega ao bairro Gravatá

Mais de 45 escolas receberam melhorias nos últimos três meses

Mais de 45 escolas receberam melhorias nos últimos três meses

Readaptação e entusiasmo marcam volta às aulas da Pracinhas da Cultura

Readaptação e entusiasmo marcam volta às aulas da Pracinhas da Cultura

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.