Definido acordo salarial com professores de Camaçari

Iwwa Agência
Publicado 02/06/2010 11:06:19

A negociação salarial com os professores da rede municipal de Camaçari está definida. Em assembléia realizada no dia 31 de maio a categoria aceitou a proposta apresentada pela Prefeitura de Camaçari de reajuste linear de 12% para todos os professores retroativo ao dia 1º de maio, o que representa um ganho real de 6,7%.

O governo ofereceu ainda auxílio alimentação diário de R$ 7,00 e reajuste do auxílio transporte de acordo com a variação do custo do deslocamento, ou seja, será aplicado o percentual proporcional ao reajuste da tarifa do transporte municipal e intermunicipal, de acordo com a necessidade do profissional. Ficou definida ainda a mudança da data-base da categoria para janeiro.

De acordo com o secretário da Administração, Ademar Delgado, o atual governo ofereceu várias vantagens aos professores da rede municipal de Camaçari. De 2005 até este ano, todos os professores da rede municipal tiveram ganho real de 30,87%. Com o reajuste salarial de 12%, oferecido este ano, o ganho real passa para 39,64%.

Com o reajuste salarial concedido pelo governo, a remuneração do professor (salário mais regência) de 40 horas aula passa para R$ 1.373,74, valor 34,11% superior ao piso nacional, estipulado pelo Ministério da Educação, e 4,7% superior ao piso nacional defendido pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação).

VANTAGENS
Além do ganho real de 39,64% oferecido a toda categoria nos últimos cinco anos, os professores que também foram beneficiados pelo enquadramento no PCCV (Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos), em função do tempo de serviço receberam um incremento salarial entre 61,95% e 92,55%, de acordo com a categoria em que está inserido.

Os que além do reajuste linear e o enquadramento obtiveram ainda a mudança de nível no PCCV, tiveram ganho real entre 97,82% e 215,98%. A variação do reajuste para os beneficiados pelo enquadramento e mudança de nível no PCCV tem por base o período de janeiro de 2005 à abril de 2010.

O atual governo também beneficiou os professores com a oferta do auxílio transporte e alimentação para professores de 40 horas, a doação de cesta natalina, agora assegurada por lei, e a redução da alíquota de contribuição dos funcionários com o ISSM de 12% para 11%, assim como o respectivo aumento da parcela paga pelo Município de 12% para 20%. O repasse da Prefeitura representa um benefício indireto para o professor, uma vez oferece condições financeiras ao instituto para assegurar o direito do servidor à aposentadoria.

Foto: Carol Garcia

Com o reajuste salarial oferecido, o ganho real passa para 39,64%. -

Mais Notícias

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Prefeitura investe em mais uma capacitação para os servidores

Prefeitura investe em mais uma capacitação para os servidores

Seduc recebeu Diego Copque no Café com Prosa nesta sexta (26/11)

Seduc recebeu Diego Copque no Café com Prosa nesta sexta (26/11)

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.