Consultório de Rua vai atender população carente

Iwwa Agência
Publicado 25/02/2010 01:02:56

O projeto Consultório de Rua, a ser implantado em Camaçari, vai ampliar a rede de assistência social e à saúde. A proposta, apresentada nesta quinta-feira (25/02) ao secretário da Saúde (Sesau), Camilo Pinto, previne o uso de drogas e atende usuário e familiares.

A iniciativa beneficia pessoas em vulnerabilidade social em situação de rua, com atendimento médico, psicológico, social, orientação e prevenção às DST/Aids, encaminhamento para retirada de documentos, distribuição de preservativos, utilização de música, teatro, jogos educativos e desenhos. A prioridade é para crianças e adolescentes.

O trabalho com a população é feito à noite, em um caminhão, duas vezes por semana, durante cerca de cinco horas. A equipe interdisciplinar é formada por assistente social, psicólogo, enfermeiro ou médico, agente de saúde ou técnico de enfermagem, educador social, instrutor de oficina e motorista.

Antes de ir às ruas, a equipe passa por capacitação. A previsão é de que o curso aconteça em junho. “O projeto tem apoio total da Prefeitura e deve ser estendido para outras secretarias, a exemplo da de Desenvolvimento Social (Sedes)”, afirma o secretário da Sesau, Camilo Pinto. Na ocasião, ele pediu empenho da equipe no encaminhamento das demandas pertinentes à Prefeitura.

CONSULTÓRIO DE RUA
O projeto faz parte do programa federal Ações Integradas da Prevenção ao Uso de Drogas e Violência, realizado em parceria com o Pronasci (Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania).

Além de Camaçari, terão Consultório de Rua as cidades de Salvador, Simões Filho e Lauro de Freitas, segundo a coordenadora executiva do projeto, Andréa Leite. Os locais fazem parte do Pronasci na Bahia.

A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) é a entidade financiadora do projeto e o Cetad (Centro de Estudos e Terapias do Abuso de Drogas), da Universidade Federal da Bahia (Ufba), fica responsável pela execução.

É a Senad que disponibiliza todo material necessário para execução do Consultório de Rua. Está prevista compra de um veículo utilitário, micro system, câmera digital, mesa dobrável plástica, cadeira plástica, mesa para projetor, projetor, notebook com leitor e gravador de CD e DVD, aparelho celular, instrumentos musicais e jogos educativos. A Prefeitura participa com o pagamento e seleção da equipe que irá desenvolver as ações com a população.

Ao final de 12 meses, o Cetad elabora o Guia do Consultório de Rua, trazendo informações sobre implantação do projeto, experiências dos municípios participantes e as dificuldades enfrentadas.

Foto: Nelinho Oliveira

Projeto é apresentado ao secretário da Saúde, Camilo Pinto -

Mais Notícias

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 28 de novembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 28 de novembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 27 de novembro de 2021

Boletim Epidemiológico de Camaçari – 27 de novembro de 2021

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Feira Multicultural e Ambiental é iniciada na Costa do município

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.