Concerto une o popular e o erudito

Iwwa Agência
Publicado 26/08/2011 11:08:36

O terceiro concerto da Orquestra Sinfônica Popular Brasileira de Camaçari repetiu o sucesso das apresentações anteriores. O espetáculo, segundo aberto ao público, lotou o Teatro da Cidade do Saber, quinta-feira (25/08). A apresentação foi abrilhantada pelas apresentações dos convidados Netinho, ex-vocalista da Banda Beijo, e Saulo Fernandes, líder da Banda Eva.

O concerto foi dividido em dois momentos. No primeiro, sob regência do maestro Ubiratan Marques, os 47 músicos executaram peças clássicas. O destaque ficou por conta da composição Malha de Sapo, de autoria do próprio maestro. A música é marcada por instrumentos típicos dos ritmos nordestinos, como zabumba e de triângulo.

O irreverente violinista da orquestra, o cubano Raul Bermuldez, roubou a cena do espetáculo ao convidar uma espectadora para subir no palco e arriscar alguns passos de dança. Em vários momentos, o músico interagiu com a platéia.

No segundo momento do concerto, as performances de Netinho e Saulo Fernandes emocionaram o público com interpretações de canções de consagrados compositores brasileiros, como Chico Buarque, Caetano Veloso e Djavan.

Ao término da interpretação de As Vitrines, Netinho falou sobre a experiência de se apresentar acompanhado por uma orquestra sinfônica. “Esta é a uma oportunidade inédita em minha carreira e estou tremendo dos pés a cabeça”, brincou o cantor. “O projeto da Prefeitura é fantástico e espero que sirva de estímulo para outras cidades”, completou.

Com lágrimas nos olhos e voz embargada, Saulo Fernandes, acompanhado de Léo Pinheiro e Rudson Daniel, músicos da Banda Eva, declarou que a ocasião é de uma riqueza musical “indescritível”. “Este é o momento musical mais lindo que vivi”, finalizou.

O entusiasmo do público atesta que a mistura da poesia da música popular e do requinte da erudita tem dado certo. “Esta é a primeira vez que venho e achei muito interessante. Espero voltar mais vezes”, afirmou o morador do Novo Horizonte, Agenor Correia, que assistiu ao espetáculo acompanhado da esposa Viviane Moraes e da sobrinha de 11 anos, Diangela da Silva.

A apresentação encantou as amigas Jussara Ferreira, Ana Marli, Cleozonete Lima, Helena Angélica e Margareth Ferreira. “A Prefeitura está de parabéns, pois esta iniciativa aproxima o povo da música clássica, que, infelizmente, é tocada muito pouco em nossas rádios”, salientou Cleozonete, que assistiu ao segundo concerto.

Na platéia, cerca de 60 idosos do grupo Envelhecimento Ativo, do município de Dias D’Ávila, também assistiu a apresentação.

A Orquestra Sinfônica Popular Brasileira de Camaçari faz parte do programa de Iniciação Musical da Seduc (Secretaria da Educação) do Município.

Prestigiaram o espetáculo o secretário da Cultura, Vital Vasconcelos, e os sub-secretários da Educação e de Governo, Graça Guimarães e Ivanildo Antônio, respectivamente.

Slideshow | 5 fotos

Concerto une o popular e o erudito

Mais Notícias

Secult se reúne com agentes culturais em visita à Lagoa da Paz

Secult se reúne com agentes culturais em visita à Lagoa da Paz

Observatório de Dados é lançado pela Secult

Observatório de Dados é lançado pela Secult

Gestoras se reúnem para dialogar sobre o Horto Florestal

Gestoras se reúnem para dialogar sobre o Horto Florestal

Pressione enter para começar a busca ou Esc para fechar a janela.